Jornalista Carlos Ferreira indica obras do cinema e livro sobre Pelé

Para quem gosta e consome obras biográficas

Painah Silva
fonte

Conhecido em todo o mundo, Pelé ainda continua sendo considerado como um dos melhores jogadores de futebol de todos os tempos. Inclusive é reverenciado por outras personalidades conhecidas do meio. Além do talento no esporte, o ex-atleta também reúne trabalhos na arte, como ator e compositor. Com a saúde fragilizada, aos 82 anos, Pelé é homenageado constantemente e é visto como uma inspiração para muitos no futebol. São diversas as obras cinematográficas e da literatura que contam a história do ex-jogador.

O jornalista e comentarista esportivo Carlos Ferreira veio ao O Liberal hoje, 12, indicar três obras sobre a vida do considerado “rei do futebol”, Pelé.

Carlos já trabalhou em diversos veículos de comunicação e é escritor do livro "Pisando na Bola". Atualmente é comentarista na TV Liberal e colunista do jornal impresso. Como alguém que trabalha e conhece o universo esportivo, há muitos anos, o jornalista indica um filme, um documentário e um livro sobre Pelé, para o público adquirir e assistir nas plataformas de streaming.

A primeira indicação é o documentário, disponível no Globoplay, “Pelé Eterno”. A produção apresenta imagens exclusivas de arquivo e reportagens que contam a trajetória do menino de Minas Gerais que ficou famoso no futebol. “É uma sucessão de depoimentos e resgate de algumas imagens preciosas. Também a reconstituição daquele que foi o gol mais bonito do rei, sem registro de vídeo da época”, frisa Ferreira.

Para os que gostam de literatura, especialmente obras biográficas, o jornalista indica o livro “De casaca e chuteira – A Era dos Grandes Dribles na Política, Cultura e História”, de Silvestre Gorgulho. Lançado em 2020, a história foi uma homenagem aos 80 anos de Pelé, e traz diversos fatos, histórias e documentos que contam a vida do futebolista. “O autor, jornalista Silvestre Gorgulho, estabelece relação entre a trajetória de Pelé e outros gigantes de outras áreas, como o presidente Jucelino Kubitschek na política, no final dos anos 50. Foi quando Pelé explodiu para o mundo, aos 17 anos, na Copa de 1958, e JK vivia as glórias dos primeiros anos de Brasília”, diz Carlos.

A terceira indicação, o filme sobre a vida do “rei do futebol”, é a produção “Pelé: O Nascimento De Uma Lenda”, disponível no Globoplay. Lançado em 2017, o longa apresenta a narrativa do craque visto por quem é de fora do país. “Produção que mostra para o público estrangeiro a história do menino Edson elevado a rei do futebol. Pelé visto de fora do Brasil”, destaca o jornalista.

(*Estagiária Painah Silva, sob supervisão do Coordenador de Conteúdo de Cultura, Abílio Dantas)

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA