Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Grupo Caixotes apresenta espetáculo que debate dramas da humanidade

Peça teatral 'Entrelinhas' utiliza elementos sensoriais para envolver o público

Vito Gemaque

Relacionamentos homoafetivos, conservadorismo e violência familiar em uma história abordada por seis diferentes perspectivas é o que o espetáculo "Entrelinhas", do grupo Caixotes apresenta a partir desta sexta-feira (19) e nos próximos sábados e domingos até o final deste mês, sempre às 19h, na sala preta da Casa de Artes Tiago de Pinho. No dia 26, os ingressos serão distribuídos gratuitamente para centros comunitários, brinquedoteca comunitária e centro de jovens.

O espetáculo foi escrito e dirigido pelo diretor Murilo Olegário com a participação de seis atores e atrizes. No processo experimental o elenco é intitulado como atuante de um a seis. “Nós somos seis pessoas atuando, seis atores e atrizes, cada um é um atuante. Eu sou uma espécie de narradora da história. É como se eu tivesse narrando na realidade, em outro plano que não é real. Cada atuante tem a sua perspectiva dentro da história”, explica a atriz e atuante 1, Graciane Gonçalves.

Além de atuar, cada artista também tem uma função no espetáculo específica. Graciane Gonçalves é a atuante 1 e iluminadora; Viktor Ayan é o atuante 2, multimídia; Jully Lima é a atuante 3 e iluminadora; Yuri Wariss é o atuante 4 e cenógrafo; Alane Dias é a atuante 5, figurinista e maquiadora; Carlos Puty é o atuante 6 e produtor.

"Queremos mostrar o lado humano. As pessoas devem poder ter suas convicções pessoais e argumentar. Fazemos por meio de debates, e, claro, por meio de protestos e na linguagem do teatro experimental. Usamos os estímulos sensoriais - audição, olfato, paladar e visão - como proposta de interação poética. Entrelinhas são as cicatrizes resultantes do entrelaço da realidade de seis atuantes abordando uma relação dualista do que é realidade e o que é plano das ideias", enfatiza o diretor Murilo Olegário.

Uma das formas de fazer o público ter sensações é a iluminação. “A gente tenta passar essas sensações através da iluminação cênica, por exemplo em determinadas partes do espetáculo de acordo com o que está sendo apresentado a luz é manipulada por nós para dar diferentes sensações. De acordo com as cenas que vão acontecendo essa iluminação vai mudando de cor e aspecto”, ressalta Graciane.

O projeto foi contemplado pelo edital de seleção pública de patrocínio do Banco da Amazônia (Basa). Na sexta-feira, dia 26, os ingressos serão distribuídos gratuitamente. Nos demais dias, as entradas podem ser compradas pelo site sympla por R$ 15,00, e utilizando o código promocional (ATUANTE1/ATUANTE2) ou substituindo pelo número de 1 ao 6 no final da palavra é concedido um desconto. 

Agende-se:

Espetáculo Entrelinhas
Data: 19, 20, 21; 26, 27 e 28 (sexta, sábado e domingo)
Hora: 19h
Local: Casa de Artes Tiago de Pinho, localizada na travessa Benjamin Constant, nº 1321, bairro de Nazaré.
Ingressos: R$ 15 pelo Sympla
Redes sociais: @grupocaixotes

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA