Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Fafá de Belém comemora o início do Círio e recebe convidados na Varanda de Nazaré

Nomes como Djamila Ribeiro, o ator Paulo Vieira, a chef Kátia Barbosa, a ex-jogadora de vôlei Virna, a jornalista Glenda Kozlowski e entre outros estão na programação

O Liberal

Há 11 anos, a cantora Fafá de Belém criou a Varanda de Nazaré, espaço para receber convidados ilustres de todo o Brasil e mostrar a maior festa de fé em torno de Nossa Senhora de Nazaré. Este ano, nomes como a escritora Djamila Ribeiro, o ator Paulo Vieira, a chef Kátia Barbosa, a ex-jogadora de vôlei Virna, a jornalista Glenda Kozlowski, a apresentadora Carol Costa, a presidente do MAM de São Paulo, Elizabeth Machado e Jacira Santana, mãe do ex-BBB, Gil do Vigor já estão em Belém desde quinta-feira, 07, para aproveitar a atmosfera de fé que acontece nestes dias de outubro.

Na tarde de quinta-feira, os convidados foram almoçar na Ilha das Onças, um dos pontos turísticos de Belém. Ao chegarem no local, foram recebidos por Fafá, que emocionada, fez um belo discurso de boas-vindas.

"Nós vivemos aqui, vivemos daqui. Essa é a nossa vida, a nossa cultura. Quando pensei em fazer a Varanda para falar do Círio de Nazaré, minha ideia fundamental era trazer pessoas para entenderem a gente. A nossa fé é feliz, ela agrega", ressaltou. Segundo a cantora, todos estão na procissão, independentemente de qualquer religião: "Mesmo quem não tem religião". A preocupação com o futuro da Amazônia também teve forte importância em sua fala: "Conto com vocês para falarem dessa terra. Se nós estivermos juntos, não vamos ver a destruição dessa floresta. Nossos caboclos e ribeirinhos precisam saber da importância deles. Fala-se muito em índio e Amazônia porque dá ibope. Mas ninguém está lá dentro para saber das comunidades indígenas, das comunidades amazônicas e o que é essa Amazônia", enfatizou Fafá.

Kátia Barbosa ressaltou a culinária do Pará. "Fico bem impressionada. A gente tenta reproduzir no Rio de Janeiro e não é igual. Não adianta! O caranguejo aqui é muito mais especial. O peixe é super fresco, não tem nem cheiro de peixe", brincou a chef. "Não é a minha primeira, nem a segunda vez em Belém. E com certeza, não será a última". A cantora Mariana Belém, filha de Fafá, não poderia faltar no grupo: "Não nasci em Belém, mas adoraria ter nascido aqui. Meu primeiro contato com sabores e cheiros foi aqui. Desde sempre, vivo muito a cultura do Pará como se fosse a minha. Fico feliz não só de estar aqui, mas poder mostrar para outras pessoas o que é Belém. Todos os meus amigos que vieram para cá, querem voltar na época do Círio". Para Mariana, não é possível explicar o Círio: "Só conseguimos mostrar o que acontece aqui, quando a pessoa vivencia esses dias".

À noite, todos foram para o show de Fafá de Belém no Theatro da Paz, construído no Século XIX. Para sua volta aos palcos com presença do público, a cantora criou o show "Foi Assim". Na apresentação, com músicas dos compositores paraenses Paulo André e Ruy Barata, Fafá se emocionou, falou de seu começo na carreira e encantou a plateia que a todo o momento cantava junto com ela. Além disso, a cantora homenageou o músico Sebastião Tapajós, ícone da cultura do Pará, que faleceu no último dia 02.

"Ela é uma força da natureza", exclamou Glenda Koslowski. "Maravilhosa, que voz, que presença! Mulher incrível", se derramou Virna. Djamila Ribeiro, Paulo Vieira e Carol Costa concordaram sobre as impressões do show: "Que apresentação linda! Tocante!". Jacira Santana ficou visivelmente emocionada com o espetáculo. Já Fafá, encerrou o show no clima que dá o tom de Belém do Pará nestes dias: "Feliz Círio! Viva Nossa Senhora de Nazaré!".

A programação da Varanda do Círio continua até domingo com a realização de um sarau comandado por Fafá de Belém, a participação no Círio Fluvial, a realização da live Fafá Peregrina e o Rito de Fé, que acontece no domingo. Vale reforçar que, ainda sob as normas de segurança por conta da pandemia, a festa em torno de Nossa Senhora de Nazaré não contará com a tradicional procissão, que reúne mais de dois milhões de pessoas nesta época do ano. No entanto, outras ações que costumam acontecer durante o Círio e não promovem aglomerações, retornaram às atividades com público reduzido, como o show no Theatro da Paz, por exemplo. Todos os convidados para a Varanda de Nazaré foram testados previamente e estão com as duas doses da vacina contra a COVID.
 

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA