Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Estudante devolve clarinete ao descobrir que comprou instrumento roubado

A história comoveu internautas que estão fazendo vaquinha virtual para o jovem comprar outro clarinete.

Enize Vidigal O Liberal

A história do jovem estudante do Instituto Estadual Carlos Gomes, Gabriel Becker, de 21 anos, comoveu os internautas. Oriundo de uma família humilde de Ananindeua, ele devolveu o clarinete que havia comprado em 2017, após a descoberta recente de que o instrumento havia sido roubado da proprietária anterior. Incentivado por amigos, ele está fazendo uma vaquinha virtual para arrecadar dinheiro para comprar outro clarinete.

A adesão tem surpreendido o próprio Gabriel. "Um doador da Itália enviou R$ 1 mil. Tem gente doando de outros países e estados", conta. Doe aqui ou pelo Pix (chave 91 989507028).

Natural de Palmas, no Tocantins, Gabriel Becker cursa o 6º semestre do curso de Bacharelado em Clarinete, no Carlos Gomes. Ele usa o instrumento para estudar e também para trabalhar dando aulas e tocando à noite com alguns artistas, além de atuar em projetos sociais. Gabriel mora com o pai, vendedor de auto-peças, a mãe, dona de casa, e o irmão, que cursa Educação Física.

"Em 2017, eu comprei o clarinete no Mercado Livre, fiz contato com o vendedor de João Pessoa, por Whatsapp. Custou R$ 4.500. O valor era baixo, mas estava na média de mercado para um instrumento usado. Ele disse que tinha nota (fiscal), documentação, mas chegou (o clarinete) sem documentos. Tentei retomar contato, mas a pessoa sumiu e passou o número para outra pessoa. Comprei com a ajuda dos meus pais e do  meu cunhado", recorda. 

Após quatro anos, Gabriel decidiu vender o clarinete e postou o anúncio na mesma plataforma em que havia comprado. O anúncio foi visto por uma musicista do Rio de Janeiro, que em 2017 havia tido o instrumento roubado em João Pessoa. Ela apresentou os documentos do clarinete e o boletim de ocorrência, nos quais constava o número de série correspondente ao clarinete que estava em poder de Gabriel.

"Eu devolvi. Mandei o clarinete  para ela hoje (terça-feira, 14) de manhã cedo, pelo Correio. Agora estou sem", conta o estudante, que começa a ter dificuldades para acompanhar duas disciplinas práticas sem o clarinete. "Conversei com o Carlos Gomes, estou fazendo só as aulas teóricas". Ele também está impedido de trabalhar.

Um clarinete novo pode custar R$ 13 mil, mas Gabriel criou uma vaquinha virtual para arrecadar o valor de R$ 5 mil para dar entrada na compra do instrumento.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA