Estação Cultural de Icoaraci festeja o dia estadual do carimbó

A programação conta com exposição, bate-papo entre mestres e música

Bruna Lima

A Estação Cultural de Icoaraci vai ter uma programação especial para o Dia Estadual do Carimbó, nesta quinta-feira (3). O Distrito, que é conhecido pelas suas programações regionais, vai proporcionar ao público um momento de conversa com mestres, exposição e música. A programação é gratuita e começa a partir das 16h.

O fundador do espaço cultural Coisas de Negro, o mestre Nego Ray, vai debater ao lado dos mestres João Ribeiro, do Águia Negra; Ney Lima, do Africanos; Lourival Igarapé; Thomaz Cruz, do Africanos; Cláudia Peniche, do Uirapuru; Deia Palheta, do Iaçá de Luta; e Nazaré do Ó, do Águia Negra sobre diversos assuntos e entre eles sobre políticas públicas sobre a manifestação cultural.

"A gente vai fazer um roda para falar sobre confecções de instrumentos, variações de sotaques, da importância que Icoaraci dá para o carimbó e entre outras pautas que fazem parte do nosso cotidiano como artista", destaca Nego Ray.

Sobre o dia estadual do carimbó, a reportagem perguntou ao mestre se há o que comemorar, ele respondeu que os mestres da Região Metropolitana de Belém e os mestres dos interiores são resistentes, mas que não é fácil manter a cultura viva sem incentivos e políticas públicas.

"O nosso desejo é que exista políticas públicas voltadas para o carimbó, pois o nosso movimento sobrevive porque somos insistentes", completa o mestre Nego Ray.

O espaço Coisas de Negro é tradição como um ponto de referência do carimbó. Foi fundado em 1992, mas em 2000 iniciou o movimento roda de carimbó, que ocorre todos os domingos, a partir das 19h, com o Grupo Carimbó de Icoaraci e convidados.

Além desse bate-papo entre os mestres, a programação na Estação cultural ainda conta com a exposição “Zimba é Festa de Carimbó”, que vai apresentar ao público materiais que fazem parte do universo do carimbó entre instrumentos, vestimentas e outros elementos utilizados pelos fazedores de cultura.

Ao final, o dia do carimbó vai terminar com festa. Os mestres e seus grupos vão fazer uma grande roda e colocar o público para dançar. 

Dia estadual do carimbo

3 de novembro marca a data da morte do Mestre Verequete. Ele faz parte de uma geração de músicos que ousaram transformar os ritmos populares do interior do estado paraense em sucessos radiofônicos. Em 2014, o ritmo carimbó foi reconhecido como Patrimônio Cultural Brasileiro aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

 Serviço
Dia Estadual do Carimbó
Data: 03/11, a partir das 16h
Local: Estação Cultural de Icoaraci
Entrada gratuita

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA