Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Espetáculo "Pensão da Cotinha: Processo Seletivo" é opção de diversão para o dia mundial do sorriso

A peça vai ter duas apresentações, nesta sexta (1) e sábado (2), no teatro do Sesc Ver-o-Peso. O ingresso custa R$5,00.

Bruna Lima

A sexta-feira está diferente, pois além de trazer aquela alegria natural por ser anunciada a chegada do final de semana, ainda é marcada pelo Dia Mundial do Sorriso. E para viver a data de acordo como ela pede, o Grupo de Teatro Experiência apresenta a peça "Pensão da Cotinha: Processo Seletivo", que é uma comédia que se passa em uma casa de entretenimento para adultos. A peça vai ter duas apresentações, nesta sexta (1) e sábado (2), no teatro do Sesc Ver-o-Peso. O ingresso custa R$5,00.

Klaus Costa, que é ator e produtor, explica que este trabalho foi montado no início deste ano e financiado pela Lei de incentivo Aldir Blanc. Ele explica que mesmo em meio a diversas dificuldades enfrentadas, foi possível concretizar o trabalho. "Nós fizemos em um momento bem crítico da pandemia, elaboramos à distância, mas mesmo assim algumas pessoas adoeceram e em alguns momentos foi preciso interromper", recordou Klaus.

A peça foi montada em três meses e mesmo diante dos obstáculos foi possível concluir. " Pensão da Cotinha: Processo Seletivo" marcou a reabertura do Teatro da Paz e, nesta sexta, marca a reabertura do teatro do Sesc. "Para nós é uma grande satisfação poder retornar aos palcos e marcar a reabertura destes espaços que ficaram fechados durante mais de um ano. Estamos felizes e esperançosos com esse momento ", destaca o produtor do espetáculo.

Sobre a peça, Klaus explica que a história se passa em uma pensão, pois antigamente era muito comum existir nos bairros as "pensões alegres", que eram espaços concorrentes dos motéis. Com uma característica comum de iluminação vermelha e com um clima de cabaré. Diante dessa realidade, a história se passa em uma pensão comandada por madame Cotinha, que tem a missão de escolher novas candidatas para fazer parte do time da pensão.

Para manter o padrão de qualidade, madame Cotinha de tempos em tempos promovia a escolha de novas candidatas para trabalhar em sua pensão. Fazia intensa divulgação do processo seletivo que ela mesma fazia questão de conduzir.

Na seleção há uma variedade de tipos e as mais inesperadas candidatas, desde idosas reumáticas até as mais jovens. Apresenta-se também um homossesexual que, sem opções de trabalho, paramenta-se todo montado como mulher sonhando com uma chance de trabalho. 

 O espetáculo escancara a crua realidade de escassez de oportunidades de sobrevivência para muitas meninas e denuncia também o que acontece no cotidiano de tantas jovens sem chance de trabalho, mas que a maioria ignora, finge, ou não quer ver.  

"A peça é uma comédia que também aponta aspectos sociais e que estão presentes neste universo. É tratada a violência contra a mulher, o preconceito, o desemprego e entre outros aspectos", destacou Klaus.

O espetáculo foi montado pelo Grupo Experiência de Geraldo Sales e texto de Raymundo Mário Sobral.

O Dia Mundial do Sorriso

O Dia Mundial do Sorriso é comemorado anualmente na primeira sexta-feira do mês de outubro. E foi comemorado pela primeira vez em 1999 e, desde então, vem ganhando adeptos. No Brasil, as empresas fazem campanhas publicitárias específicas e aproveitam a data para comunicar seus produtos aos consumidores.

A data foi criada a pedido do desenhista americano Harvey Ball (1921-2001), autor do círculo amarelo sorridente, que se tornou um ícone mundial.

Ball nunca registrou sua criação, e nem detinha os direitos de copyright e, desta maneira, não se enriqueceu com seu famoso símbolo.

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA