DJ carioca critica festas flashback de Belém e dispara: 'Prefiro dar um tiro na cabeça'

DJ Memê, conhecido pelo disco de 1995 em parceria com Lulu Santos, reprovou o trabalho de profissionais da música belenense

Redação Integrada

O DJ carioca Marcello Mansur, conhecido como DJ Memê, acabou gerando uma polêmica quando participou de uma live na última terça-feira (30/6). Em conversa com a DJ Aline Rocha durante uma transmissão ao vivo no Instagram, Memê se posicionou contra DJs que tocam apenas músicas antigas em festas, e fez referência às festas de flashback famosas em Belém.

"Eu sou contra a pessoa que fica tocando música velha o resto da vida e dizendo que o presente é ruim, que o futuro é ruim, que o passado era melhor. Eu sou contra isso", declarou ele. "Não sou contra músicas das décadas de 70, 80, 90, nem de 2000 ou 2010. Não sou contra isso, sou contra você ficar renegando o presente, e dizendo que o passado era melhor. Não dá", complementou.

Em seguida, o DJ usou as festas flashback de Belém como referência. "Tem uma quantidade de DJs que fica fazendo festa flashbakc, po***. Em Belém do Pará existe uma moda de festa flashback que para mim não dá. Simplesmente não dá. Po***, como é que você vai ficar tocando a mesma música para o resto da vida. Eu não vejo graça nisso, prefiro dar um tiro na cabeça ou virar dono de padaria. Não dá", enfatizou ele.

A live em que DJ Memê deu a declaração está salva no perfil de Aline, e o trecho em que ele se refere a Belém começa em 14:30. Assista:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Final

Uma publicação compartilhada por ALINE ROCHA (@djalinerocha) em

Memê é um DJ e produtor musical carioca. É bastante conhecido do meio da música eletrônica e por seu disco em parceria com Lulu Santos, "Eu e Memê, Memê e Eu" (1995).

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA