Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

CINE NEWS

Por Marco Antônio Moreira

Coluna assinada pelo presidente da Associação dos Críticos de Cinema do Pará (ACCPA), membro-fundador da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (ABRACCINE) e membro da Academia Paraense de Ciências (APC). Doutorando em Artes pelo PPGARTES/UFPA; Mestre em Artes pela UFPA. Professor de Cinema em várias instituições de ensino, coordenador-geral do Centro de Estudos Cinematográficos (CEC), crítico de cinema e pesquisador.

Cinema Olympia completa 110 anos de História, Cultura e Memórias

Marco Antonio Moreira

Belém tem muitos cinemaníacos que construíram memórias em salas de exibição tradicionais da cidade. Evidentemente, as novas gerações de admiradores do cinema tiveram outros meios audiovisuais para ter acesso a muitos filmes. Mas, inegavelmente, para gerações que nasceram sob a égide do ritual de assistir um filme nas salas de cinema, é permanente a preservação de memórias sobre estes cinemas, localizados em sua maioria nas ruas da cidade. Entre as diversas salas de cinema que fazem parte da história da exibição cinematográfica da capital paraense, o cinema Olympia certamente merece ser enaltecido, especialmente em uma data como o dia 24 de abril de 2022, quando o espaço completa 110 anos de exibição.

Inaugurado em 1912 durante um período próspero para a economia do nosso estado, o cine Olympia foi uma iniciativa de Carlos Teixeira e Antonio Martins, proprietários do Grande Hotel. A ideia era criar um circuito cultural que incluía o hotel, o Teatro da Paz e o Olympia. Com referências arquitetônicas baseadas nas salas de cinema da Europa, o cinema Olympia surgiu como uma sala destinada às classes sociais mais privilegiadas de Belém e foi inaugurado oferecendo qualidade técnica e conforto diferenciado, incomparável com as outras salas existentes naquele período. Desse modo, tornou-se um ponto de referência cultural e social imediato para a cidade. Posteriormente, tornou-se uma sala de exibição de filmes para todos os públicos.

Das exibições de filmes silenciosos até o final dos anos 1920 até os maiores sucessos de bilheteria de Hollywood nos anos 1950, das projeções de filmes nacionais  em diversas décadas até a diversidade na programação de filmes de diversos países nos últimos anos, o cinema Olympia contribuiu para formar um público de cinemaníacos que, diversas vezes, lotou suas dependências de modo histórico e marcante.

Lembro-me de várias sessões no Olympia em que testemunhei sessões lotadas - como nos desenhos animados da Disney Os Aristogatas e Bernardo e Bianca, na estreia de Laranja Mecânica de Stanley Kubrick (após sua liberação pela censura depois de vários anos de proibição no país), nas exibições de O Império dos Sentidos de Nagisa Oshima (que também foi proibido durante muitos anos no Brasil), no lançamento do primeiro Star Wars - Guerra nas Estrelas (com sessão às 12h) e, na sua fase final de exibição comercial, com o sucesso de Titanic de James Cameron (com muitos espectadores em pé nos corredores laterais). E isso sem citar inúmeras outras memórias inesquecíveis vividas por tantas pessoas diferentes no cinema Olympia.

Além dos muitos filmes com sucesso de público exibidos em várias décadas, o Olympia tem no seu histórico exemplos de uma programação vinculada à cultura cinematográfica - como, por exemplo, a parceria com a Associação Paraense de Críticos Cinematográficos (APCC) no final dos anos 1960, com as sessões de cinema arte (com projeção de muitos filmes autorais inéditos no circuito local de exibição) e, especialmente a partir de 2006 sob a administração da prefeitura municipal (FUMBEL), com exibições de filmes em parcerias com cinematecas e embaixadas de vários países. Entre os projetos mais recentes realizados no Olympia, destaco o Cinema e Música, que proporcionou momentos importantes na projeção de produções do período silencioso com apresentação de música ao vivo em homenagem a este fantástico período do cinema e resgate da tradição deste ritual de exibição que aconteceu nesta e outras salas de cinema, até o final dos anos 1920.

Felizmente, o cinema Olympia sobreviveu à tendência global de fechamento dos cinemas de rua, principalmente no final dos anos 1990 e início dos anos 2000. Em Belém, por diversas razões, várias salas de cinema encerraram suas atividades deixando um rastro de saudade e lembranças. De certa maneira, é reconfortante saber que temos em nossa cidade um cinema de rua que nos lembra, frequentemente, da importância da história e memória vinculadas à sétima arte e, certamente, das vivências afetivas do povo de uma cidade que aprendeu a ter um significado diferenciado sobre suas experiências de vida, incluindo referências originadas em uma sala de cinema.

O cinema Olympia não é apenas uma sala de projeção, mas um referencial de afetividades, momentos, emoções e aprendizados dos filmes exibidos ao longo de muitas décadas. Como é bom lembrar-se dos filmes, dos encontros, da primeira memória em um cinema com a família, com a namorada, esposa, filhos, de estar na fila para comprar ingressos e encontrar ou fazer amigos, de reclamar sobre a falta de foco na antiga projeção em película, da cortina que abria antes das sessões para anunciar o início do ritual cinematográfico, da tensão de assistir aos filmes de Alfred Hitchcock como Psicose (1960), da emoção provocada por O Enigma de Kaspar Hauser (1975) de Werner Herzog, de estar na primeira sessão de Laranja Mecânica (1971) de Stanley Kubrick repleto de expectativas sobre um filme tão polêmico.

 Na expectativa de evidenciar as memórias do Olympia nos seus 110 anos de fundação, tento não ceder à nostalgia e sempre pensar neste cinema como um presente extraordinário na cinefilia de muitos paraenses. Espero que, em breve, o cinema Olympia retorne suas atividades para que um futuro brilhante seja construído e lembrado para sempre. Parabéns, Cinema Olympia!

Cine News
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS DE CINE NEWS