Chef Fogaça questiona a covid-19 e é 'cancelado' nas redes sociais

Fogaça, que tem 46 anos, também teria proposto a um dos críticos 'dois minutos de porrada'

Redação Integrada com informações de O Dia

O chef de cozinha Henrique Fogaça entrou em uma polêmica após gravar um vídeo questionando a covid-19. O jurado do “MasterChef Brasil” perguntou aos seguidores se eles achavam que a pandemia foi causada de forma proposital ou se foi um acidente. Ele foi acusado de espalhar fake news e acabou se exaltando e xingou os internautas que o criticaram.

"Quando começou [a doença] o que vocês acham? Que foi acidental? Que eles foram perceber depois de um tempo só que havia um milhão de pessoas rodando o mundo e a doença já se instalando e rondando. Ou você acha que foi proposital? Para simplesmente dominar o mercado econômico do mundo, começando pelo Estados Unidos e automaticamente refletindo para todo o mundo", Fogaça questionou.

Alguns internautas criticaram a postura do chef ao se referir ao assunto. Foi quando Fogaça teria xingado os críticos de "velha candada", "vaca", "burra", "anta", "feia".

Fogaça, que tem 46 anos, também teria proposto a um deles "dois minutos de porrada". "Aguenta? Estou à disposição, seu trouxa", provocou o cozinheiro.

Ele ainda declarou que votou nulo no segundo turno das eleições presidenciais em 2018, na disputa entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido).

Os comentários e ofensas, no entanto, foram apagados, mas internautas compartilharam os prints:

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA