Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

“Queria muito ganhar, principalmente na segunda vez”, revela campeão do BBB 10

Marcelo Dourado esteve em Belém para evento de MMA e falou sobre as suas passagens do Big Brother Brasil

Bruna Dias

O lutador Marcelo Dourado esteve em Belém na última semana para realizar um curso de defesa pessoal gratuito com organização do Governo do Estado, e para ser juiz de alguma lutas do Iron Man MMA Edição 23.

O educador físico e lutador, também coleciona duas passagens pelo Big Brother Brasil, na edição 10, ele se tornou campeão e foi o primeiro participante a faturar R$ 1, 5 milhão. Longe dos holofotes do entretenimento, Marcelo Dourado disse que prefere ficar longe disso e focar na sua carreira, ele confessou ainda que recusou a participação em alguns podcasts e entrevistas que abordasse o tema.

“Tenho uma verdade assim de ação: aquilo que eu faço realmente é o que eu quero fazer. Tinha a intenção de entrar no Big Brother, queria muito ganhar, principalmente na segunda vez, que tinha uma pressão muito grande até por já ter participado, ia ser cobrado caso eu não ganhasse. E a gente se cobra, né? A gente gosta de testar limites. Para mim foi um grande desafio”, explicou o campeão.

No BBB 4, Marcelo Dourado tinha 31 anos na época, entre muitos conflitos dentro do reality, ele ficou mais isolado. Ele passou dois meses confinado, e foi o sexto eliminado com 68% dos votos do público.

Seis anos depois, ele voltou ao BBB 10, já com 37 anos. Nesta volta por cima, Marcelo Dourado foi “compreendido” pelo público e ganhou um grande poder do telespectador: ele podia mudar a decisão do líder, do anjo ou da casa.

Entre tantas idas e vindas de paredões, Dourado foi o primeiro ganhador a faturar R$ 1,5 milhão, com 60% dos votos do público.

Porém, suas passagens foram polêmicas, com algumas falas preconceituosas, como "orgulho hétero" e "resistência heterossexual". Evoluído, o campeão hoje percebe a problemática das suas falas. “Acho que as pessoas evoluem muito em um ano, ter uma segunda chance de participar de alguma coisa, é importante mostrar realmente algo novo. Fico as vendo as vezes postagens minhas em rede social de dois anos atrás dá vontade de me matar. A gente evolui muito rápido em pensamento. Acho que meus posicionamentos dentro da casa, às vezes algumas coisas de maturidade, posso ter falado no calor do jogo ou então de alguma maneira leviana, a gente é ser humano acaba acontecendo, mas o Big Brother é um programa de muito controle mental, isso daí arte marcial me ajudou muito a ter um controle”, explicou.

Dourado lembra que dentro do BBB tudo é uma questão mental, principalmente pelos constantes julgamentos: “a gente fica muito tempo ali dentro, é uma coisa muito intensa todo toda semana elimina alguém. Sendo sempre julgado, não sabe como está sendo visto aqui fora. Mas é interessante, é um jogo muito legal, gostei de ter participado e eu acho que esse tipo de postura que eu tive lá dentro, firme”.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA