Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mãe de Paulo Gustavo relembra ‘despedida emocionante' do filho: 'Segurei a mão dele'

O ator e humorista morreu na última terça-feira (4) em decorrência da covid-19

Com informações do Metrópoles

Déa Lúcia, mãe do humorista Paulo Gustavo, que morreu aos 42 anos, em decorrência de complicações covid-19, na última terça-feira (4), contou, em entrevista ao Fantástico como foram os últimos momentos de vida do ator ao lado da família. 

“Fui chamada no hospital e falaram que ele teve morte cerebral. Eu segurei a mão dele, a Juliana (irmã) a outra e o Thales (marido), o pé. Fizemos a oração de São Francisco, que ele pedia para eu cantar para ele quando era pequeno. A frequência foi caindo até parar. Fechamos a cortina. Foi assim”, relatou, visivelmente emocionada.

Ela também fez uma crítica à gestão de alguns governantes durante a crise sanitária que o mundo inteiro vive, afirmando que ‘roubar na pandemia é assassinato e mata”. Déa revelou também que chorou pelas mães que perderam filhos durante a crise sanitária.

A grande inspiração de Dona Hermínia, de "Minha mãe é uma peça", disse ter ficado os 53 dias de internação do filho no hospital em completa oração. Mas, agora ficará ‘a dor da saudade’ do Paulo, e que fará de tudo para passar os bons sentimentos aos netos, Romeu e Gael. 

“Thales vai ter que dividir de qualquer maneira. Qualquer coisa dou uma chave de braço nele e fico com os dois”, brincou.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA