Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Estrelas de Hollywood e da MPB pedem a Biden que não faça acordos com Bolsonaro

Carta assinada por artistas dos EUA e do Brasil soma-se a campanhas da sociedade civil dos dois países

Redação Integrada

Leonardo DiCaprio, Jane Fonda, Mark Ruffalo, Rosario Dawson, Joaquin Phoenix, Katy Perry, Orlando Bloom, Alec Baldwin, Roger Waters, Uzo Aduba, Sônia Braga, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Alice Braga, Wagner Moura, Walter Salles e Fernando Meirelles são alguns dos nomes de artistas dos Estados Unidos e do Brasil que assinam uma carta divulgada nesta terça-feira, 20, dirigida ao presidente Biden para que não faça acordos com o presidente Jair Bolsonaro para a Amazônia, assumindo um compromisso conjunto pela defesa da floresta amazônica e do clima em solidariedade aos povos indígenas.

Na carta, os artistas atentam para a cumplicidade de Bolsonaro na destruição da floresta, fazendo vista grossa para a grilagem e a extração ilegal de madeira, e permitindo que o fogo consuma milhões de hectares de floresta tropical e ameace ainda mais os territórios indígenas.

Jane Fonda é uma das artistas que assinam a carta (Reuters / Silbiger)

"A proteção da floresta amazônica é essencial para as soluções globais de enfrentamento das mudanças climáticas. No entanto, a integridade desse ecossistema vital está se aproximando de um ponto crítico devido às crescentes ameaças à floresta e seus guardiões indígenas por parte do governo Bolsonaro, incluindo desmatamento, queimadas e ataques aos direitos humanos", afirmam na carta, que contou com o apoio das organizações Amazon Watch, Artists for Amazonia, We Stand United e 342 Amazônia para mobilização dos artistas nos dois países.

Eles também apontam os impactos do governo de Bolsonaro na floresta e nos povos indígenas. "As terras indígenas, que são as mais protegidas da Amazônia, foram invadidas, desmatadas e queimadas impunemente. Os direitos dos povos indígenas, que são os guardiões da floresta, foram violados por Bolsonaro e seu governo".

Mark Ruffalo já fez outros pronunciamentos sobre a Amazônia (Instagram)

O apoio dos artistas soma-se às demandas de lideranças indígenas e da sociedade civil brasileira e norte-americana que pedem que Biden escolha: ou a floresta amazônica ou Bolsonaro. O governo de Joe Biden vem mantendo há mais de um mês conversas a portas fechadas com a administração de Jair Bolsonaro sobre meio ambiente na preparação para a cúpula sobre o clima convocada por Biden para os próximos dias 22 e 23.

"Nosso futuro climático depende da proteção da Amazônia e do apoio aos defensores indígenas da floresta. Tenho orgulho de prestar minha solidariedade, junto aos meus companheiros artistas e outros ativistas norte-americanos, aos defensores Indígena das florestas brasileiras, que demandam soluções justas e efetivas para a proteção e defesa da Amazônia, incluindo a manutenção dos combustíveis fósseis dentro do solo. Aqui nos unimos para exigir: "Presidente Biden: com Bolsonaro não há acordo!", adverte Mark Ruffalo.

Joaquin Phoenix (REUTERS/Mario Anzuoni)

A carta termina com um apelo por ações urgentes, mas enfatiza que um acordo com Bolsonaro não é a solução. Em vez disso, as celebridades pedem que o presidente Biden "continue os diálogos com a sociedade civil, com os governos subnacionais, com os povos Indígenas e as comunidades da bacia amazônica, que têm soluções e formularam propostas para sua consideração, incluindo a Plataforma Climática da Amazônia, antes de anunciar pactos ou disponibilizar recursos".

Os artistas signatários da carta afirmam que este é um momento decisivo para se unirem em uma só voz em apoio aos povos indígenas da floresta amazônica. Embora um acordo sobre a Amazônia possa ficar num impasse no curto prazo após pressão da sociedade civil brasileira e norte-americana, os governos Bolsonaro e Biden mantêm estreito diálogo.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA