#if(!$m.request.preview.inPreviewMode)
CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
#end

Estilista paraense André Lima retorna após 10 anos ao São Paulo Fashion Week

André Lima conversou com exclusividade com o Grupo Liberal sobre como foi retornar e o início da carreira de estilista, além de suas referências

Amanda Martins

O São Paulo Fashion Week (SPFW) N57 esteve repleto de novidades, com 27 desfiles ao longo de seis dias de programação. Entre os destaques, estava o estilista paraense André Lima, que retornou à passarela do evento após dez anos longe da programação mais balada do mundo da banda. Para ele, voltar as atividades após tanto tempo foi mais do que um simples retorno às origens. “Foi revigorante, me senti voltando para casa”, afirmou o estilista em entrevista exclusiva ao Grupo Liberal.

Envolto pelo frisson pós-desfile, André disse amar a experiência criativa que faz parte do ritual de desenvolvimento de uma nova coleção ou preparação para o desfile. “O mundo irou de cabeça para baixo na última década, e o meu trabalho como estilista é vestir essa nova cena histórica que se apresenta com a minha visão sobre o contemporâneo”, declarou. 

Para o seu retorno, André trouxe uma coleção que mistura a ousadia com as referências histórias com peças inspiradas no seriado da Mulher-Maravilha dos anos 70. "Pense numa mistura das vestes greco-romanas das Amazonas, habitantes da Ilha Paraíso, onde a nossa heroína nasceu, com os trajes militares de Steve Trevor, seu grande amor", explicou o estilista. 

Na passarela, o público pode ver essa inspiração resultando em vestidos fluidos, com recortes e transparências, evidenciando a beleza da pele e a força feminina.

Referências e trajetória 

Mas por trás dessa criatividade há uma história de vida que moldou o talento de André Lima. O paraense teve sua infância em Belém, cercado por influências familiares, desde uma mãe professora até uma avó costureira e um pai comerciante, foi a combinação perfeita para que o estilista desabrochasse a paixão pela moda. 

"Minha avó e minhas tias dominavam a costura, faziam suas roupas e seus chapéus, e também costuravam para fora, daí vem essa curiosidade sobre tecidos e modelos, sobre o que vestir para cada ocasião, sobre a moda", compartilhou Lima. 

André também encontrou inspiração nas tias e na estilista paraense Paula Novellino, no Rainha das Rainhas e nas novelas “Locomotivas”, “Marrom Glacê”, “Plumas e Paetês”, e “Ti-Ti-Ti”. “E nas revistas inglesas The Face e ID que eu assinava na época, as estrelas de cinema e as travestis como a Marlene Dietrich que faziam show numa boate perto da Praça da República”, acrescentou. 

Ele mudou-se para São Paulo em 92, onde trabalhou como produtor de figurinos para programas de televisão. Sete anos, foi convidado a participar da Casa de Criadores, um evento de lançamento de novos estilistas. 

O desfile de estreia de Lima contou um pouco de sua essência: desde pequeno ele colecionava restos de tecidos vendidos por seu pai e com eles criou vestidos, misturando tramas e cores, embalado pela voz de Maria Bethânia, grande fonte de inspiração para o estilista.

“[Na época], não se falava em sustentabilidade nem upcycling, ou até mesmo de que tecidos não tem gênero ou idade. Usei tecidos que eram da minha avó e de suas irmãs, e misturei com retalhos de sedas maravilhosas, que eu comecei a comprar na rua Augusta. Sempre colecionei tecidos, rato de loja mesmo, rato de brechó”, disse aos risos. 

Representatividade 

Representar o Pará fora do Estado é uma responsabilidade que Lima leva muito a sério. Apesar de pouco falar sobre, diz sentir sua ancestralidade a flor da pele.  "O meu Pará eu carrego na alma, na cabeça e sobretudo no coração. Carrego na minha fé, nos meus amores, nas minhas saudades”, afirmou o estilista. 

Embora não cite referências explícitas em suas criações, a essência selvagem e exuberante do estado está presente em suas peças de forma sutil, mas impactante. "Minha roupa é uma mistura de tudo que passa por mim, e o Pará é uma lente, um filtro, que me acompanha por onde quer que eu vá", acrescentou. 
















 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Celebridades
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA