Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Advogada alerta: novo caso semelhante ao de João de Deus virá à tona em breve; vídeo

Fayda Belo acusou a existência de denúncias sobre a conduta de um líder religioso que promete bênçãos a mulheres que tirarem a roupa

O Liberal

Um trecho da entrevista da advogada criminalista Fayda Belo, famosa nas redes sociais pelo bordão “Pode não!”, ao videocast “DiaCast” gravado esta semana, despertou a curiosidade do público. Isso porque, ao ser questionada pelos apresentadores sobre o pior caso atendido, Fayda contou ter assumido, recentemente, um caso semelhante ao do médium João de Deus - condenado por crimes sexuais. A advogada não deu detalhes e nem pistas sobre quem seriam as vítimas. Mas, garantiu que a sociedade ficará sabendo do caso em breve.

VEJA MAIS

Condenado por crimes sexuais, João de Deus se casa com advogada
Mesmo em prisão domiciliar, o pedido de conversão de união estável foi feito em abril e deve ser concluído na quarta-feira

Caso 'João de Deus do Pará': novas vítimas do líder religioso acusado de crimes sexuais são ouvidas
Mulheres que relatam ter sofrido abusos sexuais de Paulo Paumgartten Sabino de Oliveira prestaram depoimento à Polícia Civil nesta semana

Novo 'João de Deus'? Advogado e líder religioso é preso acusado de crimes sexuais contra 6 mulheres
Paulo Paumgartten Sabino de Oliveira é investigado por crimes tendo como vítimas mulheres - sendo uma adolescente - em aparente vulnerabilidade psicológica que, em busca de tratamento espiritual, passavam a integrar o grupo liderado por ele

A revelação surgiu durante o bate-papo, quando, questionada pela apresentadora Gabie Fernandes sobre os piores casos que já assumiu na carreira, Fayda enumerou dois que considera os “mais absurdos”. E já de início mencionou o que chamou de "bomba", mas preferiu manter em sigilo já que o caso ainda está em andamento.

A advogada se limitou a dizer que se tratava de uma denúncia envolvendo um líder religioso. “[...] Um, que está em andamento agora e nem dá pra eu falar muito. Essa bomba vai explodir daqui alguns dias, que vocês vão ver. Um caso tipo João de Deus. Então, assim… Aguardem!”, . 

Assista a entrevista:

Gabie Fernandes ainda tentou instigar a convidada a dar mais informações sobre o caso: “Galera famosa também?”. Fayda não confirmou e também não desmentiu, deixando a dúvida no ar. Mas soltou a pista: “Esse caso me colocou assim… A forma, né, o modo feito. Arranca a roupa para que você alcance a bênção e outras coisas assim. Então vai ser pesado”.

Joao de Deus é condenado em mais um processo por crime sexual
Juntas, as penas do médium somam 64 anos e prisão

O segundo caso narrado pela advogada como um dos que mais a tocou envolveu o abuso sexual de um menino de 13 anos dentro de uma igreja. O suposto pastor se apropriou da confiança da mãe do menino para embriagar a vítima com álcool misturado com viagra e praticar abusos contra a criança.

“A mãe veio e contou que existia um líder religioso [em quem ela tinha confiança] e que eles [as vítimas, incluindo o garoto] iam para lá [igreja] ver filmes juntos. O indivíduo dava viagra para os meninos misturada à vodka, os colocava para verem filmes adultos e, então, realizar atos libidinosos. A mãe queria se matar [quando soube] e chegou realmente a cortar os pulsos”, relatou.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA