CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Festival da Canção Ouremense abre inscrições; conheça a história do festival de Ourém

Premiação vai de R$ 1500 a R$ 10 mil; artistas do Brasil inteiro podem concorrer

Daleth Oliveira
fonte

Um dos festivais mais tradicionais do Estado chega à 37ª edição este ano: o Festival da Canção Ouremense, que anualmente apresenta ao público novas propostas de músicas e artistas do Pará e do Brasil. O evento será realizado nos dias 19, 20, 21 e 22 de julho.

VEJA MAIS

image Música 'Sou Preto' é a vencedora do Festival da Canção Ouremense
Diego Xavier fez a composição, interpretou e na letra ele recebeu a parceria de Pepe Fortunato

image Ourém, cidade dos igarapés e do maior e mais antigo festival do estado
O XXXVI edição do Festival da Canção Ouremense vai premiar e revelar as novas composições do Pará e do Brasil

image Ourém: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Ourém; saiba os detalhes de como ir

A programação conta com uma premiação e os artistas interessados em concorrer podem se inscrever até o dia 26 junho. A inscrição é gratuita e podem participar músicos, compositores e/ou intérpretes, residentes em todo o País. O regulamento define ainda que a composição é de tema livre, em língua portuguesa, aceitando-se citações em outros idiomas.

Para Andrey Souza, coordenador do festival, o edital deste ano está melhor, pois abrange diversas áreas da música. “Temos um edital acessível e uma premiação que caminha nessa contemplação e valorização da música de cada cantor, compositor, arranjador, enfim de todo mundo que faz a música. Convido todos os artistas paraenses e nacionais a acessarem o edital e fazerem suas inscrições”, convida.

“Nós da organização estamos com a maior expectativa de todos os tempos. Ninguém completa 40 anos de histórias e memórias sem que seja uma grande festa, então estamos muito ansiosos para comemorar essa festa da música!”, conta animado Andrey.

Como se inscrever

Residentes do município de Ourém, no nordeste do Estado, podem se inscrever de forma presencial na Secretaria de Cultura, de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 12h e de 14h às 17h. Para quem for de fora, pode fazer a inscrição online disponível no site da Prefeitura. www.ourem.pa.gov.br

O primeiro colocado vai receber R$10.000 pela melhor composição, o segundo receberá R $5.000, o terceiro R $3.5000 e o quarto lugar R $2.500. Os premiados nas categorias Melhor Arranjo, Melhor Letra, Melhor Intérprete e Aclamação Popular receberão R$ 1.500.

O Festival

O Festival da Canção Ouremense é o maior e mais antigo Festival de Música do Estado do Pará. Em 1983, um grupo de compositores e intérpretes que juntamente com amantes da música local, inspirado nos grandes festivais nacionais, elaborou o primeiro festival. Neste ano, a inciativa completa 40 anos, embora esteja na edição de número 37.
 
Dentre algumas das pessoas responsáveis pela elaboração da programação estavam: Donato Sarmento, Humbertinho, Fernando Piauí, Alderico Aires, Veloso Neto, Tomaz Ruffeil, Marcos Ruffeil, entre outros, que se disponibilizaram em contribuir à coordenação do projeto.
 
Atualmente, o festival abrange os 144 municípios do Estado, além de ganhar repercussão nacional com a participação de artistas de outros estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Ceará, Manaus e entre outros.

O título de Patrimônio Imaterial do Estado representa a coroação e reconhecimento de quase 40 anos de incentivo à cultura. O título foi concedido em novembro de 2021 por meio do projeto da deputada estadual Diana Belo (MDB).

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA