‘Volta’ do Orkut agita a internet brasileira

Internautas dizem que voltariam para a velha rede social se o Twitter passar a ser pago

Redação Integrada com informações do IG

Bastou o Twitter confirmar os planos de tornar seus serviços pagos, que os antigos usuários do Orkut, que foi extinto em 2014, infestaram as redes sociais dizendo que se tivessem que pagar, voltariam à antiga rede social. A partir disso, muitos ficaram sabendo de uma versão não oficial do Orkut, criada por um brasileiro em 2017. E, assim, o Orkut foi um dos assuntos mais comentados nesta terça-feira, 4.

O Twitter pretende lançar um modelo pago de seu serviço, apesar de a versão paga não ser obrigatória. É aquela velha história do gratuito e da versão “pro”. Quem pagar, poderá desbloquear funções extras, como publicações mais longas e a edição de tuítes.

Diante disso, os fãs perguntaram: o Orkut voltou? Não, o que tem circulado é uma réplica da rede social criada por um fã brasileiro. Ou seja, não é o Orkut, mas parece.

A cópia, que existe desde 2017, deixa claro em sua plataforma: "o orkut.br não tem vínculo com o Google e não é o mesmo site que o orkut.com. Caso sua intenção seja acessar a antiga rede social liada ao Google, pedimos desculpas, mas não será possível".

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL