Sinal 5G será ativado em Belém a partir desta quinta-feira (6)

Tecnologia será ativada em mais quatro capitais da Região Norte

Emilly Melo

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que, a partir desta quinta-feira (6), a faixa de internet de quinta geração (5G) será ativada em Belém e em mais quatro capitais da Região Norte. O anúncio foi feito nesta terça-feira (4) pelo conselheiro Moisés Queiroz Moreira, do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi), em Brasília

Moreira afirmou que a estimativa é que todas as estações previstas para a Região Norte sejam ligadas até o dia 28 de novembro. “Serão 57 antenas em Belém; 18 em Macapá; 84 em Manaus; 21 em Porto Velho; e 15 no Rio Branco”, detalhou.

VEJA MAIS

image Expectativa para o 5G é grande em Belém; veja quando chega
Prazo estabelecido pela Anatel vai até dia 28 de outubro, mas operadoras afirmam já estarem preparadas

image Três mil famílias de Belém podem receber parabólica digital gratuita; saiba como
Instalação vai acelerar implantação do 5G na capital paraense

 A nova tecnologia permite transmissão de dados de forma mais veloz, estável e com menor tempo de resposta (latência). De acordo com o coordenador do Gaispi, Henrique Gomes Pinheiro, já foram instaladas “mais que o dobro” de antenas previstas no edital do 5G. 

“O mínimo era de 2.528 estações [para as três operadoras]. No entanto, 5.275 já foram instaladas”, disse ele, ao informar que, com isso, o 5G já está presente em 5% das 93 mil estações instaladas no país.

Ele acrescentou que o serviço disponibilizado nas 27 capitais alcança 24% da população brasileira e tem um potencial de chegar a 50 milhões de brasileiros.

image Tecnologia 5G deve chegar em Belém e outras capitais do Norte em outubro
Manaus, Rio Branco, Porto Velho e Macapá também receberão a tecnologia na mesma data; mudança chega após diversos adiamentos

A fim de viabilizar esse processo, serão distribuídos kits de antenas que substituirão as parabólicas, para famílias inscritas no cadastro único de programas sociais do Governo Federal. Neste sentido, estão previstas campanhas informando a população sobre como proceder o agendamento para a troca de equipamento.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL