Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Polícia volta atrás e atualiza números de operação no Alemão que baleou foragido da Justiça no Pará

Procurado conhecido como 'Esquilo Doido' não está entre as 17 vítimas fatais confirmadas pela Polícia Civil do Rio de Janeiro

O Liberal

Após confirmar a morte de 18 pessoas em Operação no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, a Polícia Civil voltou atrás e informou, nesta sexta-feira (22), que a operação teve 17 vítimas fatais. Um dos traficantes feridos sobreviveu à ação policial e foi preso em flagrante. As informações são de O Tempo.

VEJA MAIS

Sobe para 18 número de mortos na operação em que paraense foragido foi baleado no Alemão
Hideraldo Alves é foragido da Justiça do Pará, foi baleado e levado para UPA do Alemão, na Zona Norte do Rio

Operação no Complexo do Alemão: 'matador de policiais' procurado no Pará é baleado no RJ
Cerca de 400 agentes das polícias Civil e Militar participaram da ação nesta quinta-feira (21). Até o momento, foi confirmada a morte de pelo menos cinco pessoas

Operação no Complexo do Alemão: Polícia identifica 'Esquilo Doido', foragido do Pará baleado no RJ
Conhecido como “matador de policiais” no Pará e com mandado de prisão em aberto, Hideraldo Alves deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão com a identificação falsa de Adriano Castro Pires

Ainda de acordo com os policiais, 15 das 17 pessoas morreram em confronto. Hideraldo Alves, mais conhecido como "Esquilo Doido" ou "Skilo Doido", de 26 anos, que estava foragido da justiça no Pará, foi baleado e está sob custódia da Polícia.

A Operação no Complexo do Alemão é considerada a quinta mais letal da história do Rio de Janeiro, de acordo com Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos e Universidade Federal Fluminense. Foram apreendidos pelos policiais metralhadora .50, quatro fuzis, duas pistolas, nove carregadores de fuzil, 56 artefatos explosivos e grande quantidade de drogas.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL