Ministro faz visita técnica a subestação de energia no Amapá

Bento Albuquerque acionou um dos geradores termoelétricos de energia

Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, realizou hoje (20) uma visita à uma subestação de energia, a Santa Rita, que deverá fornecer mais 20 MegaWatts (MW) de energia ao Amapá. O estado passa por problemas no fornecimento de energia, desde o dia 3 de novembro, quando um apagão deixou 13, dos 16 municípios sem eletricidade.

Durante à visita o ministro acionou um dos geradores termoelétricos que irão auxiliar no restabelecimento total da energia elétrica.

Em seguida, o ministro realizou uma visita técnica, com a participação do governador do estado, Wladez Góes, à subestação Santana e ao parque gerador da Eletronorte.

Ontem, o Ministério de Minas e Energia informou que o fornecimento de energia elétrica no estado ocorreu da forma programada, com atendimento de até 86% da carga média com energia proveniente da Usina hidrelétrica (UHE) Coaracy Nunes e do Sistema Interligado Nacional (SIN).

O ministério disse que continuam as ações para montagem e instalação de geradores para atender o estado. Até o momento já foram posicionados 13 geradores na Subestação Santa Rita e 9 na subestação Santana.

Na manhã desta sexta-feira, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a liberação operacional, em caráter excepcional, de duas usinas termelétricas para abastecer o estado.

Segundo o despacho, publicado hoje (20) no Diário Oficial da União, as usinas poderão comercializar 45 MW de energia para o estado. A liberação para a produção comercial começa a partir de amanhã (21).

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL