Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ministério Público denuncia namorada de jovem que teve a barriga aberta em praia no ES

O Liberal

A jovem de 20 anos suspeita de ter aberto a barriga do próprio namorado durante um "apagão" sofrido após o uso de substâncias entorpecentes em uma praia de Guarapari, no dia 16 de janeiro deste ano, foi denunciada pelo Ministério Público do Espírito Santo (MPES) como autora do crime. No entanto, ela deve responder ao processo em liberdade.

VEJA TAMBÉM

Jovem abre a barriga do namorado e retira intestino com garrafa de vidro em praia O crime ocorreu na praia de Guarapari (ES). O casal teria feito uso de drogas ilícitas momentos antes

Caso de jovem que acordou com barriga aberta e intestino exposto em praia é investigado Relatos apontam que ele estaria com uma jovem no local

Jovem que teve barriga aberta e intestino exposto em praia comemorava viagem de estudos Segundo os primeiros depoimentos, ele e a mulher que o acompanhava foram atacados e roubados

Pesa contra a jovem a acusação de lesão corporal grave, crime que prevê pena de reclusão de 2 a 8 anos. A denúncia oferecida à Justiça pela promotoria segue o mesmo caminho do inquérito em curso pela Polícia Civil, cujo resultado será apresentado na próxima sexta-feira (8).

A jovem alega ter ficado sem consciência por algum tempo e, ao acordar, ter se deparado com o namorado já com o corte na barriga. De acordo com a Polícia, drogas sintéticas foram encontradas tanto no organismo da vítima, que acordou com parte do intestino exposta, como no corpo da acusada.

Relembre o caso:

Namorada de jovem que teve a barriga cortada diz que os dois “apagaram” após usar drogas Inicialmente, o advogado dos jovens afirmou que o casal apenas ingeriu bebida alcóolica

Vídeo pode ajudar a elucidar caso de jovem que teve a barriga dilacerada no ES; assista Vídeo pode ser utilizado para ajudar a elucidar o caso

Para Lécio Machado, defensor que está à frente do caso representando as famílias dos dois jovens - que não tiveram os nomes divulgados por uma questão de direito à privacidade - disse que não vai se pronunciar sobre o assunto no momento.

As famílias sustentavam a versão de que um grupo criminoso teria investido contra o casal. As imagens de segurança no local não revelaram nenhuma ação humana além dos dois naquela madrugada.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL