Jovem dopa e mata idoso para roubar R$ 35 mil

Polícia Civil disse que a acusada é 'fria e sem empatia'

Redação Integrada, com informações do Metrópoles

Agentes da Polícia Civil disseram que Sthefany Virginia Inácio Rodrigues, de 21 anos, não demonstrou qualquer remorso após ter matado um idoso com o qual tinha um relacionamento. A jovem é acusada pelo crime de latrocínio contra Ricardo Flávio dos Santos, de 69 anos. O objetivo era roubar R$ 35 mil reais da vítima.

O assassinato ocorreu na última quarta-feira (25). Segundo as investigações, foi Sthefany quem atraiu Ricardo para sua residência, e então dopou o homem com 15 gotas de Rivotril.

Após passarem uma tarde tentando sacar o dinheiro que a vítima conseguiu devido ao seguro do carro, os criminosos decidiram matá-lo, utilizando um fio de antena de TV.

Um agente de trânsito do Departamento de Estradas de Rodagens (DER-DF) Alberto Nascimento Lima e outro rapaz, de 21 anos, foram comparsas de Stephany no crime.

“Ela era uma psicopata, com diagnóstico clínico e tomava antipsicóticos poderosos. Essa foi uma das raras ocasiões em que me impressionei na polícia, ao ver como funciona a mente de um psicopata. Eles são extremamente hábeis em manipular pessoas e não têm nenhuma empatia ou respeito pela vida humana”, disse o delegado da PCDF Isac Azevedo.

Após descobrirem o ocorrido, agentes foram até a casa da mulher acusada de participar do crime e encontraram o cadáver.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL