Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Influencer emociona ao compartilhar carta após morte do cãozinho: 'Meu 1º dia no céu'

'Juzão' compartilhou uma carta que recebeu sobre o primeiro dia do cãozinho no céu após a sua morte; leia

Paula Figueiredo

A influenciadora e publicitária Juliana Muncinelli, conhecida como "Juzão" nas redes sociais, emocionou seus seguidores ao anunciar a despedida do seu cachorro de estimação, o pequeno Sushi, de 14 anos. O cãozinho morreu na última quinta-feira (4), após ter uma parada cardiorrespiratória

VEJA MAIS

Ataque de fofura: cachorro de Rubens Barrichello invade live e viraliza nas redes sociais; vídeo
O momento fez sucesso após um dos cachorros invadir a live e sentar no colo do ex-piloto; veja

‘Malcom Salsicha’: cachorrinho de Marabá vira xodó nos bastidores do Jornal Nacional
O pet atraiu a atenção de William Bonner e Renata Vasconcellos em visita aos estúdios Globo

No Twitter, Juzão compartilhou uma carta que recebeu do hospital veterinário no dia que foi informada sobre a perda de Sushi. No papel, o cachorro conta sobre o seu "primeiro dia no céu"

"Para minha querida família. Cantei, corri, brinquei e pulei aqui no céu. Tinha tanta comida que comi, comi e até engordei. Dormi que achei que estava até sonhando. Sonhei com o céu azul, nuvens brancas e lindas… sonhei com vários amigos que não via há muito tempo. Quando acordei percebi que não era um sonho e fiquei muito feliz, mas estava faltando a pessoa mais importante: você", diz um trecho da carta. Leia completa: 

Em conversa com o portal BHAZ, Juliana revelou que adotou Sushi em 2009, quando ele tinha 40 dias de vida. "Eu tenho ele desde que eu tinha 19 anos, ele acompanhou toda a minha jornada do final da adolescência até a minha fase de jovem adulta", disse ela.

Acolhimento e sensibilidade

Juzão e Sushi. (Foto: Reprodução)

Segundo a publicitária, ela foi muito bem acolhida pela profissional que informou sobre o falecimento do cachorrinho e a carta lhe ajudou a superar a situação. "Ela me chamou em uma salinha, me explicou que não teve sofrimento, nem dor, nem nada. Me levou para despedir do corpinho dele e me entregou essa cartinha, com a patinha dele carimbada e um do tufinho de pelo", lembrou ela. 

Juzão organizou um pequeno velório para toda familia se despedir do companheiro para um último adeus antes da cremação. 

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL