Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Idosa paga homem com maço de cigarros para jogar cachorro em córrego

Mulher acabou presa após confessar crime e responderá por maus-tratos

O Liberal

Uma mulher de 64 anos acabou presa depois de pagar com um maço de cigarros a um homem para dar fim ao cachorro dela. O combinado era de que o encarregado jogaria o animal, amarrado e dentro de um saco, em um córrego de Varginha, no sul de Minas Gerais. Mas moradores da região abordaram o homem, que acabou entregando a mandante. O caso aconteceu na última quarta-feira (20), mas só foi divulgado nesta sexta-feira (22). As informações são de O Tempo.

VEJA MAIS

Homem é preso após matar cachorro a golpes de facão no Pará
O vídeo da ação criminosa foi divulgado nas redes sociais, o que ajudou a polícia na investigação

Suspeito de abusar sexualmente de cadelas é preso em Santarém
Homome é reincidente na prática de zoofilia e em março deste ano já havia sido flagrado cometendo o mesmo crime

Cachorra vítima de maus-tratos é resgatada e tutor é preso, em Ananindeua
O animal era mantido amarrado, sem comida nem água e estava desnutrido. Homem terá audiência de custódia nesta sexta (8).

Segundo o relato da mulher que consta no boletim de ocorrência, a justificativa para o crime foi de que o animal estava doente e que ela não conseguia tratamento, assumindo que iria se livrar dele por afogamento no córrego. Ela argumentou também que o cão estava importunando a vizinhança com latidos.

Flagrante

Quando o homem se dirigia ao córrego para concluir o “serviço”, moradores da região perceberam que havia um cachorro dentro do saco. Então, algumas pessoas abordaram o homem que prontamente entregou o esquema, o pagamento com um maço de cigarro e a mandante, a idosa, tutora do cachorro. O cachorro estava vivo com as patas amarradas e dentro de um saco de lixo. Quando foi retirado do saco, o animal estava muito estressado, com medo e latindo.

A Polícia Militar foi acionada, e foi até a casa da suspeita, que confessou o crime. Ela foi levada à Delegacia de Polícia Civil e vai responder pelo crime de maus-tratos. O cachorro foi levado a uma clínica veterinária.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL