Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem que afirmou ter sido esfaqueado por criminosos foi atacado pela própria namorada

O rapaz de 25 anos responderá por falsa comunicação de crime e a mulher por lesão corporal

Gabriel Mansur

Um homem de 25 anos, que afirmou ter sido esfaqueado após sofrer uma tentativa de assalto, pode responder por falsa comunicação de crime, após a investigação policial identificar que o rapaz havia sido esfaqueado pela própria namorada. O jovem teria omitido o fato para protegê-la.

Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, investiga o caso.

VEJA MAIS

Psicólogo suspeito de abusar de adolescente durante terapia é preso
A vítima, uma adolescente de 15 anos, compareceu ao departamento de polícia acompanhada da mãe

Homem mata ex-mulher e filho a tiros em frente a escola
Ezequiel foi indiciado por duplo homicídio doloso qualificado por feminicídio e emboscada e tentativa de homicídio

[[(standard.Article) Adolescente de 15 anos desaparece depois de fazer compras em supermercado de Ananindeua]]

Segundo informações da Gazeta Zero Hora, a falsa comunicação ocorreu no domingo (11). Durante depoimento, nesta segunda-feira (13), o casal admitiu a mentira.

O delegado André Diefenbach afirmou que os policiais fizeram a análise das câmeras de segurança da avenida onde o rapaz afirmou que o casal teria sofrido uma tentativa de assalto. O homem contou que dois criminosos haviam abordado o casal em uma parada de ônibus, e após recusar entregar o dinheiro, ele teria sofrimento o ferimento por arma branca.

Homem deixou apartamento onde vive já ferido

Entretanto, os policiais não encontraram nenhuma imagem que confirmasse o fato na hora que o homem havia informado. No lugar disso, os agentes viram nas imagens das câmeras de segurança onde o casal vive que o homem deixou o apartamento já ferido, seguido pela namorada.

Ele havia sido encaminhado para o Hospital Universitário de Santa Maria, com ferimentos nas costas, abdômen, rosto, mão e orelha. Quando a Brigada Militar foi acionada, o rapaz inventou a história para proteger a namorada.

Mulher responderá por lesão corporal 

Ouvidos pela polícia na segunda-feira, o casal mudou a história e admitiu que os ferimentos foram causados pela mulher. Ela responderá por lesão corporal, enquanto ele será investigado por falsa comunicação de crime. Em junho deste ano, a mulher registrou uma ocorrência em que dizia ter sido agredida pelo namorado. O caso segue em investigação. 

(Estagiário Gabriel Mansur, sob supervisão da editora de OLiberal.com, Ana Carolina Matos)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL