Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Golpe do retrovisor: entenda como é a nova ação usada para assaltar motoristas

O assaltante aproveita o momento que o condutor abre a janela para arrumar o objeto e realiza o assalto com seu comparsa; saiba mais

Paula Figueiredo

Uma adaptação da antiga abordagem no qual criminosos davam leves batidas em um veículo vem se popularizando e fazendo novas vítimas ao redor do Brasil. Atualizada e nomeada de golpe do retrovisor, agora os assaltantes se aproveitam do momento em que o motorista abre a janela do veículo para arrumar o retrovisor e roubam itens de valor. Pensando nisso, o Oliberal.com explicou como é a nova ação e como se proteger

VEJA MAIS

Golpe da mão fantasma: veja como ocorre o novo roubo feito pelo celular e como se proteger
À distância, os criminosos podem ter controle total do aparelho celular das vítimas e fazer transferências de dinheiro em tempo real

Golpe do Pix: paraenses denunciam prejuízo e fazem alerta à população
Vítimas alegam que criminosos seguem um "padrão quase perfeito" nas abordagens

Golpe do Morango: veja o que é e como se proteger
A nova modalidade de golpe já vitimou dezenas de pessoas em vários estados; entenda como os criminosos atuam e como não ser prejudicado

Como funciona o golpe do retrovisor?

A abordagem é simples: o motorista, que está parado no congestionamento ou no semáforo, se depara com um motociclista ou ciclista passando pelo corredor e batendo "acidentalmente" no seu retrovisor. O assaltante aproveita o momento que o condutor abre a janela para arrumar o objeto e realiza o assalto com seu comparsa. 

Como se prevenir do golpe do retrovisor?

Segundo especialistas, se precaver desse crime é muito difícil e a melhor solução é simplesmente seguir o caminho e procurar um posto de combustível ou ponto movimentado e bem iluminado para estacionar e arrumar o objeto. 

Outra atitude recomendada é evitar usar joias ou relógios que chamem a atenção, não trafegar de janelas abertas e sempre manter a atenção redobrada no trânsito.

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Heloá Canali, coordenadora de Oliberal.com)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL