'Fura-filas' na vacinação podem ficar fora de concursos públicos por 3 anos

Projeto estabelece que a Comissão Organizadora elimine automaticamente o candidato que teve essa conduta na campanha de imunização contra a Covid

Com informações do portal O Dia

De autoria da deputada Martha Rocha (PT), o projeto de lei 3622/2021, em tramitação na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), prevê que aquelas pessoas enquadradas como “fura-filas” na campanha de vacinação contra a covid-19 poderão ficar impedidas de prestar concursos públicos no estado por três anos.

A proposta definee como fura-fila a pessoa que se antecipar ao período destinado ao seu perfil etário ou de saúde para se vacinar contra o coronavírus, "burlando as prioridades estabelecidas pelo calendário de vacinação e que respondeu a processo administrativo, cível ou criminal pela prática da referida conduta".

O projeto estabelece ainda que, se durante a realização do concurso chegar ao conhecimento da Comissão Organizadora que o candidato cometeu esse ato, ele deverá ser eliminado automaticamente.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL