Empresário que lambeu arma em SP é preso em processo por ameaça

A PM tinha um mandado de prisão preventiva contra o suspeito

O Liberal

O empresário Jose Sabatini, que ganhou notoriedade ao aparecer em vídeos lambendo uma arma enquanto dirigia pelo centro de São Paulo, foi preso na última terça-feira (4) no município de Artur Nogueira (SP). 

VEJA MAIS

Por ciúme, cantor de pagode espanca e ameaça mulher de morte
A motivação, segundo à vítima, que tem 34 anos, teria sido por ciúme. Vizinhos presenciaram a ação e acionaram a Polícia Militar

Porteiro de prédio pede para morador arrumar carro mal estacionado e é ameaçado de morte; veja
O morador disse ainda que o funcionário poderia acionar a síndica que nada aconteceria, pois ele teria relações sexuais com ela

Homem é preso por ameaçar ex-companheira com mensagens sanguinárias; entenda
A mulher reuniu as provas via WhatsApp e deu parte contra o ex-companheiro. Mesmo com medida protetiva o homem a ameaçou de morte

O empresário foi preso em acato a mandado de caráter preventivo emitido pela JustiçaUm morador de Artur Nogueira alega que ele e o pai teriam sido ameaçados com uma faca por Sabatini. O caso foi registrado em boletim de ocorrência datado de 28 de setembro deste ano. O empresário discordou de uma cobrança de honorários advocatícios movida pela vítima contra ele na Justiça e, por isso, o teria ameaçado. 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, Sabatini foi detido em casa, no bairro Jardim Resek, às 18h da última terça-feira (4). O Tribunal de Justiça de São Paulo ainda não informou sobre o resultado da audiência de custódia do caso. O empresário permaneceu preso, à disposição da Justiça.

Histórico de declarações polêmicas e acusações

Na semana passada, Jose Sabatini foi alvo de inquérito criminal aberto pela Polícia Civil de São Paulo após aparecer em vídeos lambendo e ostentando arma em via pública. Nas imagens, ele aparece circulando por uma rua do centro da capital paulista em um carro e chega a passar bem perto da sede da Polícia Civil.

Ele lambe o cano de uma arma longa e cita o nome do presidente Jair Bolsonaro. Em outro vídeo, ele caminha pela rua carregando outra arma, e sugerindo ao presidente que dê um golpe no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Congresso Nacional.

No mesmo dia, a Polícia Civil apreendeu uma espingarda e um revólver do empresário, que é investigado por suspeita de porte ilegal de arma de fogo e incitação ao crime. Sabatini também já foi investigado por ameaças ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em outro vídeo, ele surgiu fazendo ameaças ao petista e treinando tiro ao alvo com arma de fogo.

A investigação seguiu até julho do ano passado, mas a acusação foi rejeitada a pedido do Ministério Público (MP). O empresário ainda responde a um outro processo civil por injúria movido por Lula.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL