Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Previsão é de chuva nos próximos dias e no domingo das eleições

Temporal que começou domingo castigou Terra Firme, Sacramenta e Reduto

Dilson Pimentel

Há previsão para mais chuvas nos próximos dias, inclusive no final de semana das eleições. É o que afirmou, nesta segunda-feira (23), o meteorologista Glayson Chagas, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). “Tanto para o sábado quanto para o domingo podem haver pancadas de chuvas isoladas principalmente no final da tarde, o que dependerá da evolução da circulação atmosférica daqui por diante”, acrescentou ele, em entrevista à redação integrada de O Liberal.

LEIA MAIS:
Após chuvas de domingo, moradores ainda sofrem com alagamentos nesta segunda

Alagamento para trânsito na BR-316, em Marituba
Avenida independência também registra lentidão nessa segunda-feira
Trânsito volta a fluir na BR-316 após transbordamento do rio Uriboca

Temporal desse domingo superou média de 30 anos


A chuva, neste domingo (22), começou por volta das 16 horas, perdurando até o final da madrugada desta segunda-feira (23). “De acordo com os dados da estação convencional do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), que é integrante da Rede Estadual de Previsão Climática e Hidrometeorológica do Pará (RPCH), que é coordenada pelo órgão ambiental, a Semas, entre o domingo e a manhã desta segunda-feira, houve registro de chuva acumulada de 157,8 milímetros (mm). Apenas esta chuva superou a média climatológica, que seria a média dos 30 anos (entre 1981 e 2010), que é de 127,4 milímetros”, explicou.

E acrescentou: “O que já temos registrado pelas estações meteorológicas na região metropolitana já está em torno de 430,6 milímetros. Nós já alertávamos que as chuvas da região metropolitana de Belém seriam acima da normalidade, informação esta que foi gerada a partir do boletim climático de outubro, que é fruto de uma reunião mensal do RPCH e disponibilizado na página da Semas. Essa previsão feita em outubro indicava que o acumulado de chuvas iria extrapolar o valor climatológico, como também o nosso boletim diário gerado pela Semas na sexta-feira (20), já alertava para chuvas, principalmente no domingo”.

Várias vizinhanças sentiram alagamentos mesmo nessa segunda (Thiago Gomes)

Acompanhadas de trovoadas, chuvas retornam quinta


Quanto aos pluviométricos automáticos do Centro de Monitoramento Ambiental e Desastres Naturais (Cemaden), acrescentou, foi observado que os bairros mais atingidos pela chuva foram Terra Firme, Sacramenta e Reduto.

O meteorologista Glayson Chagas falou sobre a forte chuva que castigou Belém. “A causa da chuva no domingo (22), e na madrugada desta segunda-feira (23), foi devido à interação de sistemas atmosféricos em altos níveis, com o padrão de circulação atmosférica do período em que estamos. Isto favoreceu a intensa atividade convectiva, ocasionando o volume de chuva extremo verificado em ambos os dias”, disse.

“Para terça e quarta-feira, os eventos de chuvas tendem a ter volumes e intensidade menores. No entanto, elas devem retornar a partir de quinta-feira (26), em formas de pancadas isoladas acompanhadas de trovoadas. Dependendo das interações entre sistemas atmosféricos, ainda poderemos ter chuvas com volumes elevados e de duração elevada”, afirmou, acrescentando haver previsão para chuvas nos próximos dias, inclusive no final de semana das eleições.

Em dez horas, chuva superou média do mês


Coordenador do INMET/2º Distrito de Meteorologia de Belém, José Raimundo Abreu de Sousa disse que, observando as imagens de satélite e os registros de chuvas das estações do Instituto nacional de Meteorologia (INMET), verifica-se, nas condições atmosféricas, a presença de um fenômeno denominado Vórtice Ciclônico de altos níveis e bastante profundo. Observa-se, também, outro escoamento anticiclônico com centro no estado de Rondônia.

"O encontro dos dois sistemas intensificou a termodinâmica, aumentando a atividade convectiva associada ao maior escoamento de umidade nos baixos níveis da atmosfera. E, assim, dando origem à tempestade  severa em Belém e região metropolitana e em áreas pontuais no Estado do Pará", afirmou.

A média de chuva do mês de novembro é  de 127.5mm. E o total de chuvas em aproximadas 12 horas foi de 157.8mm.  "Em pouco mais de 10 horas as chuvas superaram a média do mês todo", observou. "O acumulado mensal é de 430.6 mm, superando a média em 238%", disse. As chuvas ficaram muito acima do esperado para o mês. E ainda vamos ter chuvas até o final do mês, mas em forma de pancadas e muito menor intensidade”, afirmou José Raimundo Abreu.

 "Em pouco mais de 10 horas as chuvas superaram a média do mês todo. O acumulado mensal é de 430.6 mm, superando a média em 238%. As chuvas ficaram muito acima do esperado para o mês. E ainda vamos ter chuvas até o final do mês, mas em forma de pancadas e muito menor intensidade”, afirmou José Raimundo Abreu, do INMET

Ele explicou que ocorreu variabilidade de chuvas com distribuição muito irregular de bairro para outro. "No bairro Castanheira, por exemplo, o volume pluviométrico atingiu em torno 110.0mm", disse.

"No final de semana das eleições a previsão é de sábado e domingo manhã com sol entre nuvens. E, no decorrer da tarde, devido à atividade convectiva, estará favorável a  pancadas de chuvas de curta duração", reiterou José Raimundo Abreu. 

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM