Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeitura vai atualizar cadastro territorial de Belém

Projeto será executado em parceria com a UFPA

Redação Integrada

A Prefeitura Municipal de Belém vai atualizar o cadastro territorial multifinalitário da cidade, com informações do território local, o trabalhp, que funciona como um raio-x do município, será conduzido por uma equipe de professores da Universidade Federal do Pará (UFPA).

O cadastro foi criado em 1998 e há pelo menos cinco anos não é atualizado. 

“A cartografia já não traduz a cidade devido às muitas transformações ocorridas ao longo de duas décadas, então está na hora de atualizar. Novos imóveis surgiram, novos empreendimentos, condomínios e indústrias. Da mesma forma que muitos imóveis foram demolidos, muitas áreas agrícolas foram ocupadas, ganharam função de moradia ou de atividade produtiva. Essas mudanças todas só podem ser apreendidas com essa atualização cadastral”, afirma o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (Psol). 

A proposta de atualização foi apresentada ao gestor municipal por Adolfo Oliveira Neto, professor da Faculdade de Geografia e Cartografia da UFPA e do programa de pós-graduação em Geografia da instituição, e também por Welson Cardoso, professor adjunto no Instituto de Ciências Sociais Aplicadas da UFPA, nesta segunda-feira, 5. 

De acordo com o professor Adolfo Neto, a equipe já fez um levantamento prévio para atualização do cadastro e está em processo de fazer um diagnóstico mais completo para instrumentalizar a prefeitura. 

O arquiteto e urbanista José Raiol, que coordena os projetos especiais da prefeitura, “esse cadastro é fundamental, principalmente para áreas que vão ser objetos de intervenções urbanas, que vão alterar canais, ruas, portanto, as pessoas no planejamento precisam saber qual é a renda dessas casas, o tamanho dessas casas”. 

Além do cadastro, os professores também apresentaram uma proposta para a construção de Belém como uma cidade inteligente, um processo global que une tecnologia, política e inovação.

“Quando se fala de cidade inteligente, estamos falando em ter uma visão mais acertada sobre as políticas públicas, onde você consegue identificar os territórios que precisam de mais intervenção pública, a partir de múltiplos indicadores sociais que a gente consegue integrar”, explica Adolfo Neto. 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM