Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pessoas com deficiência intelectual e múltipla superam o preconceito em Belém; vídeo

Evento nacional, com programação na Grande Belém, debate superação de barreiras para garantir inclusão desses cidadãos

Eduardo Rocha

A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2022, da Federação Nacional das APAEs (Fenapaes), reunindo Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais, traz como tema “Superar barreiras para garantir inclusão”. Isso porque esses cidadãos sofrem resistências no meio social, mesmo que o artigo 4º da Lei Brasileira de Inclusão (LBI) garanta que "toda pessoa com deficiência tem direito à igualdade de oportunidades com as demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação”. No entanto, algumas conquistas vêm sendo concretizadas: Matheus Américo, 28 anos, filho de Jaqueline Américo, vai ingressar no mercado de trabalho, atuando em Serviços Gerais na Paróquia Santuário Nossa Senhora da Conceição Aparecida, no bairro da Pedreira. Essa conquista ocorre graças a um trabalho em parceria da APAE Belém e a Arquidiocese de Belém.

Em 2022, a APAE Belém conseguiu encaminhar cinco pessoas para emprego, em um total de 13 nos últimos anos, sem contar 2020 e 2021, marcados pelo pique da pandemia da covid-19. "Esta é a minha primeira oportunidade, eu estou muito feliz, a minha família também está muito feliz", declarou, emocionado, Matheus. A mãe do rapaz, Jaqueline Américo, 53 anos, mora no bairro do Telégrafo, é dona de casa e cuidadora do Matheus. Ela conta que o jovem é atendido na APAE há mais de 15 anos.

Matheus e Jaqueline: novos horizontes na luta contra o preconceito (Fotos: Cristino Martins / O Liberal)

"Ele vai ser inserido no mercado de trabalho, e a função dele vai ser Serviços Gerais. A deficiência do Matheus é mental leve a moderada", destaca Jaqueline. Ela tem um outro filho de 24 anos de idade. No momento, o jovem recebe na APAE atendimento de sala de aula, com uma terapeuta ocupacional; e o rapaz faz academia, bicicleta e futsal, entre outras atividades.

Na vida

Jaqueline Américo conta que já sentiu preconceito das pessoas com relação ao filho. Ela observa que isso pode ocorrer até dentro da própria família, com "uma piadinha aqui, uma piadinha ali". "Uma época atrás, até que eu brigava, agora já uso outros métodos, já exercito mais a minha paciência para trabalhar com o preconceito que ele sofre e com o desconhecimento da realidade por parte das pessoas", pontua.

Jaqueline costuma proteger o filho no mundo dele, diante do preconceito. "Mas, tem hora assim que eu digo: Não, vamos lá, vamos enfrentar esse preconceito. Quando as pessoas virem dizer que você é doente, não, você não é doente, você não tem uma doença, você tem uma deficiência, e essa deficiência não te impede de respeitar as pessoas, de falar com as pessoas, conversar com as pessoas, relata a senhora. A mãe ficou nervosa quando surgiu a oportunidade de emprego para o filho. Mas, como diz, ela entende que o jovem tem a chance de evolução em outro contexto. A expectativa dela é grande com esse momento. Até porque Matheus é guarda do Santuário de Aparecida, na Pedreira, há cinco anos. E como informa dona Jaqueline, "pelo que tudo indica ele vai ser encaminhado para lá, para trabalhar lá".

Inclusão

Emanoel Ó de Almeida Filho, presidente da APAE Belém e da Federação das APAEs do Pará, informa que, como parte da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2022 em Belém, será realizada uma série de eventos com informações e orientações à sociedade, basicamente na própria sede da APAE Belém, na avenida Generalíssimo Deodoro, 413, entre Diogo Moia e Antônio Barreto. Serão abordados tópicos de Direito, possibilidades de atendimento pessoa com deficiência, mostrando os serviços da Associação para o público específico.

Acerca do tema da Semana, “Superar barreiras para garantir inclusão”, o presidente da APAE Belém, ressalta: "A APAE é pioneira no processo de inclusão da pessoa com deficiência. então, aqui, a orientação é desde como superar barreiras para adquirir direitos; são muitos direitos que as pessoas com deficiência têm, as famílias também têm, no entanto, muitas não têm conhecimento, não têm acesso", observa. Emanoel Ó de Almeida. Então, é feito todo um trabalho de conscientização dos familiares nesse sentido.

Emanoel Ó de Almeida: APAE é pioneira na inclusão de pessoas com deficiência (Foto: Cristino Martins / O Liberal)

O preconceito exprime-se na oferta, na maioria das vezes, de postos de trabalho menos qualificados; ma maior parte das escolas, não há atendimento especializado, com as garantias de uma sala multifuncional; no transporte público. falta acessibilidade.

Na APAE Belém, as pessoas com deficiência recebem atendimento educacional especializado; serviço terapêutico e saúde; serviços de assistência social. Na área pedagócia, a APAE Belém atende a cerca de 380 pessoas, tem cerca de 600 pessoas atendidas na área de terapia e saúde, que se refletem em quase 7 mil atendimentos/mês, e, na área da assistência social, todas as famílias dos usuários da APAE Belém recebem atendimento.

 

Confira a programação da Semana em Belém:

 

✔️ 20/08/22

Ação Social na APAE Ananindeua

Serviços: Vacinação, atendimento médico, Emissão de Documentos.

 

✔️ 22/08/22

Mini-palestra sobre Educação Financeira

Turnos Manhã e Tarde.

 

✔️ 23/08/22

Ação de Vacinação contra COVID, Sarampo e Influenza.

Público-Alvo: Usuários, Famílias e Funcionários.

Horario: 9h às 16h

 

✔️ 24/08/22

Palestra sobre Auxílio Inclusão com participação de Advogado da OAB.

Horario: 15h

Público-alvo: Famílias de usuários a partir de 18 anos.

 

✔️ 25/08/22:

Ação Bike APAE Legal no Utinga.

Turno: Manhã

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM