CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Padre Cláudio Pighin faz reflexão sobre a delicadeza do Reino de Deus

Pighin pontuou que, assim como uma planta que cresce​ lentamente até se tornar uma árvore visível, o reino de Deus se manifesta gradualmente em nossas vidas. É preciso ter paciência e fé, segundo ele

O Liberal
fonte

O Padre Cláudio Pighin fez uma reflexão das parábolas de Jesus, segundo o Evangelho de Marcos, convidando para uma introdução sobre a forma como percebemos e nos conectamos com o Reino de Deus. Pighin pontuou que, assim como uma planta que cresce​ lentamente até se tornar uma árvore visível, o reino de Deus se manifesta gradualmente em nossas vidas. É preciso ter paciência e fé, segundo ele.

Padre Cláudio destacou a importância do gênero literário parabólico utilizado por Jesus para revelar o mistério divino. Segundo ele, “não é fácil para o ser humano fazer uma experiência direta de Deus”. Nesse sentido, as parábolas servem como ferramentas indispensáveis para transcender a percepção cotidiana e vislumbrar a essência do reino de Deus. Contudo, ele alertou que tais comparações não substituem a vontade individual de aceitar o desafio de contemplar a divindade.

A simplicidade com que Deus se manifesta foi um ponto central nas reflexões do padre. Ele mencionou a “delicadeza de Jesus em revelar como essa presença de Deus inicia-se sempre de maneira humilde e simples. Como a semente”. Padre Cláudio enfatizou que muitos cristãos buscam sinais majestosos e milagrosos de Deus, esquecendo-se de que Jesus comparou o reino de Deus a uma pequena semente que, ao ser plantada, apodrece e morre para então dar vida.

Essa metáfora da semente, que morre para gerar vida, é um convite à paciência e à fé. O padre afirmou que é necessário “entrar urgentemente na escola de Jesus para aprender a discernir essa presença de Deus no dia a dia da nossa vida”. Ele lembrou que a presença de Deus, embora muitas vezes oculta e sutil, é garantida. Assim como uma planta que cresce lentamente até se tornar uma árvore visível, o reino de Deus se manifesta gradualmente em nossas vidas.

Padre Cláudio enfatizou a importância da paciência nesse processo. Ele destacou que, se as pessoas encontram dificuldades em perceber a presença divina no início da caminhada cristã, não devem desanimar. “Cada um tem o seu tempo para poder fazer esse encontro com o reino de Deus”, explicou. Ele ressaltou que não é possível medir o crescimento do reino de Deus, mas é necessário confiar que o plano divino de salvação está em andamento conforme a realidade de cada um.

Por fim, o padre lembrou que é através da fé, humildade e pureza de coração que se pode acolher os planos de Deus para a vida. “Desse jeito, enxergaremos as maravilhas de Deus em nós pelo silêncio”, concluiu.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM