Motoristas esperam até cinco horas para embarcar em balsas do Jurunas esta sexta

Portos que oferecem travessias após queda da ponte sobre rio Moju sofrem com filas e grande procura

Cleide Magalhães

Filas e grande procura marcam os embarques na manhã desta sexta-feira (5) nos portos de Belém disponíveis para travessias fluviais rumo aos municípios que ficaram sem o apoio de acesso rodoviário pela ponte da Alça Viária sobre o Rio Moju - em obras após desabamento ocorrido em abril passado. O dia que antecede o primeiro final de semana de julho começou com filas se formando bem cedo, por volta das 6h, no Porto Henvil, no bairro do Jurunas.

A espera para embarcar na balsa, que levava em média uma hora, passou para cinco. Do local, três balsas fazem a travessia de Belém para o Arapari.

REFORÇOS

Devido a grande quantidade de pessoas, na manhã desta sexta (5), mais três balsas passaram a dar reforço. No entanto ainda não é o suficiente para atender bem os passageiros de carros de passeios.

Eles reclamam da falta de organização, principalmente com a chegada do veraneio. Apesar do esperado aumento da demanda, a estrutura oferecida ainda não é suficiente para atender bem os passageiros. 

 

ARCON: 13 BALSAS ATENDEM DEMANDAS

 

A redação integrada de O Liberal entrou em contato com a  Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-Pará) para comentar os gargalos nas travessias com a chegada de julho. Essa semana, a redação já recebeu relatos de motoristas de carros de passeio obrigados a esperar por até 13h e dormir em Belém, por não conseguirem vagas na travessia que permite acesso rodoviário a Barcarena, entre outros municípios.

Em nota, a Arcon-Pará informou que as travessias estão ocorrendo 24h por dia. Segundo a Arcon, "são 13 balsas realizando travessias nos portos do Arapari, Banach, Henvil, Celte e Porto do  Comara".

A Arcon diz que o regime foi definido "para atender o fluxo de veículos neste veraneio que se  intensifica nos fins de semana devido às férias escolares".

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!