Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Flash mob destaca importância do serviço público

Performance mostrou a contribuição que diferentes categorias de servidores públicos dão à sociedade

Fabrício Queiroz

A Praça da República, em Belém, foi palco de um flash mob neste domingo, 31. A ação denominada “A Arte de Servir” funcionou como uma espécie de intervenção artística, que chamou a atenção do público e interrompeu por alguns minutos a rotina típica dos passeios dominicais no local. A iniciativa foi do Sindicato dos Servidores do Fisco Estadual (Sindifisco-PA), que promove uma campanha de valorização do serviço público.

Durante a performance, artistas demonstraram exemplos de atividades desempenhadas pelos servidores no dia-a-dia dos seus ofícios, como garis, professores, enfermeiros, médicos e profissionais de segurança pública. Camburões, lixeiras, macas, lousas e outros objetos se tornaram instrumentos de percussão que deram ritmo à apresentação, que foi enriquecida com dramaturgia, música, dança e a interação com as pessoas que circulavam pela praça, que aplaudiram quando o grupo levantou a bandeira com o lema: “Serviço público, todo mundo precisa”, em frente ao Theatro da Paz.

“Servir ao público é como a arte: é preciso dedicação, é preciso esmero, é preciso carinho, é preciso inspiração. A gente quis falar para a população sobre o serviço público dessa maneira, com essa outra linguagem, pela arte para tocar no coração das pessoas porque todo mundo precisa do serviço público”, afirmou o presidente do sindicato, Charles Alcântara, ressaltando que as diferentes atividades estão integradas e contam com a contribuição dos trabalhadores do fisco para sua manutenção. “Serviço público precisa de atenção e investimento do Estado. Isso se faz com os tributos que o fisco é responsável por arrecadar e por evitar a sonegação”, pontuou o sindicalista.

Para a realização da performance, o Sindifisco-PA contou com a colaboração de artistas de renome e pesquisadores de diferentes áreas. A direção musical, cênica e geral foi do regente e professor da Escola de Música da UFPA, Vanildo Monteiro; o compositor, técnico de áudio e diretor musical Thiago D’Albuquerque foi responsável pela composição da peça musical; e a direção cênica e coreografia foram criadas pela bailarina, diretora artística e produtora cultural Ana Unger.

Performance uniu dramaturgia, música e dança em campanha de valorização do serviço público (Igor Mota / O Liberal)

“Nós temos que ter novas linguagens para conversar com a sociedade. Eu acho que o Sindifisco fez uma coisa espetacular. Usar a arte para se comunicar com a sociedade substituiu neste momento, na minha opinião, uns 10 mil panfletos”, avaliou a professora universitária Socorro Coelho.

A enfermeira Cátia Cristina foi surpreendida pelo flash mob e vibrou ao longo de toda a apresentação, inclusive acompanhando a percussão ao ritmo de palmas. “É uma mensagem importantíssima e uma causa muito nobre. Fui pega de surpresa e gostei”, disse.

No total, foram três sessões do flash mob apresentadas durante a manhã, todas registradas em vídeo, que será divulgado nas redes sociais para difundir a mensagem sobre a importância do serviço público a outros espectadores.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM