Estado inicia asfaltamento e drenagem em área do Guajará, no Marco

Perímetro do bairro de Belém esperava obras há mais de três décadas

Redação integrada de O Liberal

Após 30 anos de espera, iniciaram na manhã desta segunda-feira (14) as obras de urbanização de vias do bairro do Marco, na região de Integração do Guarajá, em Belém. Com um investimento de R$ 1,92 milhão, o bairro será contemplado com 1,64 quilômetro de asfalto novo. O governador do Pará, Helder Barbalho, esteve no local para o início às obras.

As ações integram o programa Asfalto Por Todo o Pará, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop). “Esse programa está presente em 100 municípios de todo o Estado, com mais de 400 quilômetros sendo executados somente em 2020. Vamos seguir com as ações, para que em 2021, possamos chegar em mais cidades e comunidades, levando o benefício da infraestrutura e garantido direitos à população, como pavimentação, drenagem e, com isto, a valorização dos imóveis e elevação da autoestima das comunidades que recebem estes benefícios”, disse essa manhã o governador Helder Barbalho.

Além das obras no bairro do Marco, em Belém, cerca de 100 quilômetros estão contemplados no Asfalto Por Todo o Pará, que atua em diversos bairros, além dos distritos de Mosqueiro, Outeiro e Icoaraci.

“Serão feitos serviços de pavimentação, terraplanagem, asfaltamento, calçada e meio fio, para melhoria da qualidade destas pessoas que moram na região através deste programa importante que hoje atinge as 12 regiões de integração do Estado”, detalhou o titular da Sedop, Ruy Cabral. 

Helder Barbalho foi ao perímetro das obras (Thiago Gomes / O Liberal)

Moradores pediam melhorias há três décadas


O morador e comerciante Carlos Moura, 68 anos, disse que esperava há 30 anos pela melhoria da rua. “A expectativa é melhorar nosso trabalho, com melhor fluxo para clientes. O asfalto será muito bem-vindo”, afirmou.

“Muito difícil conviver com a lama e poeira. Esperamos muito por essa obra. É um antigo sonho que começa a ser realizado”, disseram as moradoras Ana Maria, 55 anos, e Julia de Cordeiro, 66 anos, que mora há 40 anos na área (com informações da Agência Pará). 

Confira as vias beneficiadas:
- Passagem Acatauassu Nunes (Entre travessa Timbó e travessa Mauriti);
- José Leal Martins (entre travessa Vileta e travessa Mariz e Barros / Estrela);
- Travessa Timbó (Entre José Leal Martins e passagem Acatauassu Nunes)

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM