Casas abandonadas no conjunto Geraldo Palmeira preocupam moradores, em Ananindeua

Além do acúmulo de lixo e entulho, espaço também serve para o consumo de drogas e esconderijo de bandidos

Dilson Pimentel

Duas casas abandonadas na Quadra 55 do conjunto Geraldo Palmeira, na esquina com Avenida Independência, em Ananindeua, estão servindo de aterro sanitário, esconderijo para ladrões e ponto de tráfico e consumo de entorpecentes.

Em uma delas, morava um casal de idosos, que construiram a casa ao lado para o filho. Com a morte do casal, as duas casas ficaram para o filho, que as trocou por um apartamento.

Há três anos, o novo proprietário abandonou o imóvel após ter sido saqueado. E, desde então, começou o acúmulo de entulhos e o de problemas.

Em frente as ruínas, os moradores cuidam de uma área verde, que virou uma espécie de bosquinho. Essa preocupação com o meio ambiente contrasta, porém, com a sujeira e os perigos das área vizinha.

Apesar da coleta de lixo por parte da Prefeitura de Ananindeua, a população insiste em jogar lixo e entulho no local (Reprodução)

Os resíduos, aliás, ocupam parte da rua, dificultando a circulação de pedestres e veículos. Para piorar, atrás das duas casas, há, também, outro imóvel abandonado.

LIXO, ENTULHO E ABANDONO

Na manhã deste domingo (13), um homem dormia na casa de número 5. Ele disse que mora na rodovia BR-316 e que trabalha em um depósito de cimento.

O senhor, que não quis se identificar, disse ainda que consome bebidas alcoólicas e não soube detalhar a razão de estar naquela casa.

Os moradores afirmaram que a Prefeitura de Ananindeua realiza a coleta de lixo naquela área. Entretanto, o acúmulo de lixo e entulhos no local persiste.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM