Blocos ganham as ruas do centro de Belém

No bairro do Jurunas, a folia entrou pela noite de domingo (16)

Eduardo Rocha

Blocos de rua de todos os formatos e pra todos os gostos garantiram a festa dos foliões em Belém neste domingo (16). Desde a última sexta-feira (14) até a noite deste domingo (16) a Aldeia Amazônica Davi Miguel, no bairro da Pedreira, recebe o desfile das agremiações dos 1º, 2º e 3º grupos do carnaval oficial da capital. Hoje, após duas noites de desfiles, muita gente ainda esbanjava disposição para companhar os blocos de rua, que mantinham o clima de folia em alta pelos bairros onde o carnaval é festa tradicional.

Os brincantes do Carnacalhau se concentraram na rua dos Caripunas e seguiram pelas ruas do bairro do Jurunas (Cláudio Pinnheiro / O Liberal)

Alecy Mota, de 54 anos, desfilou pelo Rancho Não Posso me Amofiná na madrugada deste domingo, e já na tarde deste domingo ganhava as ruas do bairro do Jurunas para brincar junto com os integrantes do bloco Carnacalhau. “Aproveitei a fantasia de peixe com que eu desfilei no meu querido Rancho pra me divertir aqui", contou. E para quem perguntava de onde vinha todo esse pique, ela respondia: É muita sopa de mocotó e cerveja!”

Vazão à fantasia

O bloco Carnacalhau sai às ruas do bairro do Jurunas há sete anos e tem como fundador Ícaro Campos, filho de Francisco Campos, mais conhecido como "seu Calhau". Os brincantes se concentraram na rua dos Caripunas e seguiram pela Tupinambás, Pariquis, Roberto Cameliê e Timbiras, retornando pela Caripunas para fazer o mesmo percurso de volta.

“Eu gosto do bloco porque aqui é pura diversão; é um bloco de família e amigos”, declarou a promotora de vendas Dayse Moreira, que escolheu a fantasia de Malévola para brincar o carnaval este ano. Aliás, a criatividade deu o tom da brincadeira, mas não deixou de lado a boa e velha crítica social e política. Instalada no meio da folia estava a Mesa dos Políticos, reunindo "parceiros" de golpes e negociatas. Um deles já vestido bem à caráter, com roupa de presidiário. Mas não faltaram os personagens dos velhos carnavais, como odaliscas, marinheiros, vampiros, diabinhas e outras figuras.

O bloco Carnacalhau sai às ruas do bairro do Jurunas há sete anos e tem como fundador Ícaro Campos, filho de Francisco Campos, mais conhecido como "seu Calhau". (Cláudio Pinheiro / O Liberal)

Os brincantes dançaram ao som de um DJ e de uma charanga. João Carlos Pontes, servidor público, 58 anos, contou que o Carnacalhau começou como uma brincadeira e se consolidou como um espaço de confraternização dos moradores. O bloco sai pelo bairro somente uma vez por ano.

Retrô

Outra atração no carnaval de rua de Belém neste domingo foi a estreia do bloco Retrô Folia, organizado pelos DJs Edilson e Edielson, da aparelhagem Príncipe Negro Retrô. Os foliões começaram a se concentrar às 16h, na Praça Amazonas, bairro do Jurunas. A partir das 18h eles saíram atrás do trio elétrico pela avenida 16 de Novembro e Roberto Camelier até o Palácio dos Bares, onde a festa prosseguiu noite adentro.

A animação dos foliões foi garantida pela banda Fruto Sensual, que de cima do trio arrastou a multidão ao som de antigos e novos sucessos (Cláudio Pinheiro / O Liberal)

A animação dos foliões foi garantida pela banda Fruto Sensual, que de cima do trio arrastou a multidão ao som de antigos e novos sucessos. A organização estima que cerca de 1.400 pessoas desfilaram pelo bloco, entre os integrantes oficiais, identificados com os abadás, e o povo que segue na tradicional “pipoca”. A proposta é de que o Retrô Folia saia uma vez por ano.

A organização estima que cerca de 1.400 pessoas desfilaram pelo bloco, entre os integrantes oficiais, identificados com os abadás, e o povo que segue na tradicional “pipoca” (Cláudio Pinheiro / O Liberal)

“Eu sempre aproveito o Carnaval de rua de Belém, e este bloco, aqui está muito bom para a primeira vez”, afirmou Diego Aires, 32 anos, recepcionista e um dos brincantes do Retrô Folia. Para a secretária Natália Tavares, 37 anos, “o bloco chegou com tudo”. “Eu já sou fã do Retrô”, completou.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM