Vereadores de Belém falam sobre saúde, lixo e eleições presidenciais

Sessão ordinária desta terça-feira (18) abordou problema no elevador do PSM da 14 

O Liberal
fonte

Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Belém da manhã desta terça-feira (18), a vereadora Nazaré Lima (Psol) afirmou que tem cobrado da prefeitura uma resolução para os problemas técnicos recorrentes do elevador do Pronto Socorro Médico da 14 de março.

O Grupo Liberal, por meio do projeto de jornalismo colaborativo Eu Repórter, publicou denúncias de pacientes em agosto deste ano. Eles afirmavam que estavam sendo atendidos nos corredores e na entrada, já que pessoas com mobilidade limitada não podiam acessar o segundo andar do local. 

"Liguei para o diretor de manutenção da Secretaria de Saúde que disse que o elevador já estava sendo consertado e que de vez em quando dava defeito e precisava de manutenção frequente. É um problema gravíssimo e pedi a ele que revisse a empresa que presta serviço de manutenção. Lembro que antes da inauguração da unidade da Cremação um funcionário faleceu no dia em que estava testando o elevador. É necessário uma empresa séria e competente que tenha know-how para manutenção dos elevadores", afirmou a vereadora na tribuna. 

image Elevadores do PSM da 14 não estão funcionando, afirmam pacientes
Pacientes precisam realizar exames e tratamentos em outros hospitais já que deslocamento está limitado na unidade

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Belém  informa que uma equipe da empresa que promove a manutenção do elevador do hospital Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti foi acionada para iniciar o serviço na manhã de segunda-feira (17) e que o elevador da unidade já está em pleno funcionamento.

Lixo

Já o acúmulo de lixo nas ruas da capital foi tema da fala do vereador Fábio Souza (PSB), que afirmou que receber turistas e amigos na cidade vira motivo de constrangimento diante da quantidade de resíduos espalhados pelas ruas sem destinação correta.

Na opinião dele, o que falta são punições rígidas para quem polui as calçadas e canteiros da capital paraense.

"Vivemos uma crise do lixo urbano e a Sesan (Secretaria Municipal de Saneamento) ainda não conseguiu vencer esse obstáculo difícil que enfeia a nossa cidade. Parte do orçamento de Belém, que já é tímido e comprometido, é usado no recolhimento de lixo. A prefeitura só faz ações paliativas e não consegue resolver. Não tem jeito porque a punição é branda. Se você passar na Duque com a Vileta as pessoas estão jogando lixo no retorno", lamentou.

A reportagem entrou em contato com a Sesan, mas não recebeu retorno sobre as críticas de Souza.

A sessão desta terça também foi marcada por diversas menções dos parlamentares referentes a apoios e declarações de votos, dirigidos aos candidatos à presidência da República que disputam o segundo turno das eleições, no próximo dia 30.

Palavras-chave

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA