Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Sem quórum, presidente da Alepa determina desconto nos salários dos deputados faltosos

A sessão desta terça-feira (13) precisou ser encerrada porque apenas 18 dos 41 parlamentares estavam em plenário

O Liberal

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, deputado Francisco Melo, o Chicão (MDB), determinou que o Departamento Pessoal da casa desconte nos salários dos deputados ausentes na sessão desta terça-feira (13) a falta registrada. Dos 41 parlamentares, apenas 18 estavam presentes em plenário e a sessão precisou ser encerrada um pouco depois das 11h por falta do quórum mínimo necessário de 21 deputados. 

VEJA MAIS

Frente Parlamentar da Alepa garante direitos às pessoas com autismo e deficiências
Presidida pelo deputado Miro Sanova (PDT), a frente realizou diversas ações, entre elas a criação do programa por para esse público

Alepa aprova projeto que proíbe nomeação de condenados por violência doméstica
Apresentada pelo Poder Executivo, a proposta veda a contratação de quem tenha contra si ordem de prisão ou de medida protetiva decretada nos termos da Lei Maria da Penha

Projeto de Lei quer tornar aparelhagens de som patrimônio cultural imaterial do Pará 
Deputados também devem apreciar proibição de nomeação de condenados por violência doméstica 

“Autorizo a assessoria da mesa a informar o Departamento Pessoal e autorizo o desconto nos salários dos deputados ausentes na sessão da casa. E que fique registrado na sessão. Vou encerrar a sessão em razão da falta de quórum e não termos condições de apreciar a matéria. Que fique registrado também que a assessoria da casa providencie as informações necessárias ao Departamento Pessoal da casa para que tome as providências em cima dos deputados faltosos”, declarou Chicão, ao encerrar a sessão. 

 (Reprodução / Vídeo)

Durante a verificação de quórum, o deputado Miro Sanova (PDT) leu o nome dos 18 deputados presentes. São eles:

  • Adriano Coelho (PDT),
  • Ângelo Ferrari (MDB),
  • Antônio Tonheiro (PP),
  • Carlos Bordalo (PT),
  • Chicão (MDB),
  • Cilene Couto (MDB),
  • Dilvanda Faro (PT),
  • Dirceu tem Caten (PT),
  • Dr. Galileu (Republicanos),
  • Dr. Jaques Neves (União Brasil),
  • Dr. Wanderlan (MDB),
  • Junior Hage (PP),
  • Luth Rebelo (PP),
  • Martinho Carmona (MDB),
  • Miro Sanova (PDT),
  • Professora Nilse (PDT),
  • Raimundo Santos (PSD) e
  • Thiago Araújo (Cidadania).

Apenas um parlamentar estava de licença: Alex Santiago (PP). Os demais faltaram.

Todos os membros da casa estão disputando algum cargo nas eleições 2022 – a maioria tenta a reeleição, mas alguns querem chegar à Câmara dos Deputados. No início da pandemia, a Alepa reduziu o número de sessões e tem concentrado a pauta de votação em um único dia, às terças-feiras. 

A sessão desta terça-feira foi encerrada no momento em que deveria iniciar a apreciação da matéria em pauta e onze propostas deveriam ser apreciadas, sendo que sete delas eram de deputados que não estavam em plenário. 

Veja a lista dos deputados que faltaram à sessão desta terça-feira (13). 

  • Ana Cunha (PSDB)
  • Chamonzinho (MDB)
  • Delegado Caveira (PL)
  • Delegado Nilton Neves (PSD)
  • Delegado Toni Cunha (PSC)
  • Diana Belo (MDB)
  • Dra. Heloísa (PSDB)
  • Eliel Faustino (União Brasil)
  • Eraldo Pimenta (MDB)
  • Fábio Figueiras (PSB)
  • Fábio Freitas (Republicanos)
  • Gustavo Sefer (PSD)
  • Hilton Aguiar (Avante)
  • Igor Normando (Podemos)
  • José Maria Tapajós (PP)
  • Marinor Brito (PSOL)
  • Michele Begot (PSD)
  • Orlando Lobato (PSD)
  • Ozório Juvenil (MDB)
  • Paula Gomes (MDB)
  • Renilce Nicodemos (MDB) 
  • Victor Dias (União Brasil)

 

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA