'Nada deterá minha disposição de seguir em frente', diz Ciro ao reafirmar candidatura

Candidato à Presidência fez um pronunciamento à nação nesta segunda-feira

O Liberal

Em transmissão ao vivo e durante coletiva de imprensa, Ciro Gomes (PDT) reafirmou na manhã desta segunda-feira (26) que mantém a candidatura à Presidência da República. O candidato divulgou ao longo do final de semana que faria a leitura de um "Manifesto à nação", criando expectativa e especulações de que poderia abrir mão da disputa. Reveja:

Logo no início do pronunciamento, porém, Ciro Gomes deixou claro que não iria desistir. "Para esconder a culpa da renúncia covarde dos verdadeiros ideiais de mudança, muitos se escondem na desculpa de que para governar é necessário uma aliança com as forças do atraso e para eliminar na raiz a diversidade de embate democrático, tentam transformá-lo de forma artificial e prematura no embate de duas forças que utilizam falsos argumentos morais para se tornarem hegemônica", declarou.

"Aqueles que ousam resistir, como é o meu caso, são vítimas das mais violentas campanhas de intimadação, mentira e de operações de destruição de imagens", continou.  

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Ciro Gomes ao vivo: presidenciável faz pronunciamento à nação; assista]]

image Ciro Gomes defende, em Belém, a criação de um novo modelo econômico para o País
Candidato teve rápida passagem pela capital paraense nesta sexta-feira (16)

image Amazônia Check: Checamos o que Ciro Gomes disse sobre a Amazônia em entrevista ao Grupo Liberal
Equipe do Amazônia Check, projeto em parceria com ICFJ e Youtube, monitora e checa informações sobre a região amazônica ditas pelos candidatos à presidência. Confira a checagem e análise das falas ditas por Ciro Gomes (PDT):

image 'Cidadão que não pode ligar para a polícia e ser atendido, deve ter arma', afirma Ciro Gomes
O candidato do PDT à Presidência foi questionado sobre o porte e posse de armas no Brasil

O candidato afirmou estar sendo vítima de uma gigantesca campanha nacional e internacional para retirada da candidatura. 'Nada deterá minha disposição de seguir em frente', enfatizou Ciro, em um pronunciamento cheio de críticas aos governos petistas e de Jair Bolsonaro. 

"Hoje, a máscara dessa farsa cobre duas faces, que mesmo possuindo certo conteúdo e contornos diferentes, trazem de forma profunda a matriz histórica dos erros que há décadas atrasam o Brasil e escravizam o nosso povo", disse o político do PDT. "Bolsonaro não existiria se não fosse a grave crise econômica e moral dos governos petistas. E Lula não sobreviveria em sua ameaçadora decadência se não fosse os desatinos criminosos de Bolsonaro", constinou. 

Para Ciro, “as máquinas poderosas do lulismo e bolsonarismos estão conseguindo ludibriar a percepção popular”, transmitindo a ideia de que apenas um pode derrotar o outro, algo que o candidato chamou de “rito suicida”, que tem o "incentivo comodista e covarde de setores da mídia e da inteligência".

Afirmou ainda que os dois candidatos produzem a campanha mais sem proposta e sem projeto da história recente. 

"Não fugirei do verdadeiro embate democrático e não compactuarei com esta farsa. Tenho compromisso de vida e de morte com a luta por um brasil melhor e nada me amedrontará e nem irá me deter. Minha candidatura está de pé para defender o Brasil em qualquer circunstância e meu nome continua posto como firme e legítima opção para livrar o nosso país de um presente covarde e de um futuro amedrontador. Com rebeldia e esperança, ainda podemos, juntos, salvar a nossa pátraia", completou o candidato. 

 

 

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA