Manifestações: Prefeitura de Belém aplica 145 multas na Avenida Almirante Barroso

Ação contou com agentes da Semob, PM, Detran e Guarda Municipal de Belém

O Liberal

De acordo com a Prefeitura de Belém, 145 multas foram aplicadas a condutores na avenida Almirante Barroso, em operação conjunta de desobstrução na via. Os dados são referentes ao período de segunda-feira (31) até às 23h59, da última terça-feira (2). 

A operação integrada contou com agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), Polícia Militar (PM), Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e da Guarda Municipal de Belém (GMB). Com informações da Prefeitura de Belém.

VEJA MAIS 

Pará e Santa Catarina são os estados com mais interdições nas estradas, diz PRF
Em todo o País, há 267 pontos de interdição ativos no final da manhã desta terça-feira (1), segundo

PM age para dispersar manifestantes na Almirante Barroso
As negociações com os manifestantes encerraram após um pequeno grupo resistir em liberar a via

PRF afirma que 834 manifestações em rodovias federais foram desfeitas; há 10 interdições no Pará
Onze estados brasileiros ainda têm trechos com manifestações e bloqueios de rodovias federais

A PMB informou que a Semob multou e retirou um total de 145 veículos que impediam o livre fluxo de veículos ou estavam estacionados irregularmente na avenida Almirante Barroso, principal corredor de entrada e saída da capital paraense.

Desde segunda-feira, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro passaram a ocupar o quarteirão da Almirante Barroso, em protesto contra o resultado das eleições presidenciais no domingo (30). Eles se concentraram na calçada do quartel do 2º  Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS), entre as avenidas Tavares Bastos e Júlio César, no bairro do Souza.   

Interdições totais e parciais

O protesto contra o resultado das Eleições 2022 cresceu em volume de adesões a ponto de impedir o fluxo normal do trânsito no local. "Nessas 72 horas, a principal avenida de entrada da cidade foi obstruída parcialmente e até totalmente, penalizando a população", comunicou a Prefeitura de Belém, nesta quinta-feira (3).

Segundo a Semob, só na quarta-feira (2), foram lavrados 103 autos de infração. "Como a operação está em andamento, enquanto perdurar a manifestação, a Semob informa que esse total é parcial. A autarquia reforça a importância de assegurar a todo o cidadão brasileiro o direito constitucional de ir e vir. Nessas 72 horas de protesto, a população vem sendo penalizada, com esse direito cerceado pelos manifestantes.

O movimento na avenida Almirante Barroso perdeu forças nesta quinta-feira (3) durante o dia, mas voltou a crescer à noite.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA