Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Liberdade de expressão', diz Mourão sobre ataques ao STF durante protestos do Dia do Trabalhador

Segundo o general, os atos foram 'normais e sem maiores complicações'

Emilly Melo

O vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos) classificou como “liberdade de expressão" os ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) durante os protestos do último domingo (1º), no Dia do Trabalhador, realizados por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. As informações são do Metrópoles.

VEJA MAIS

Presidente Jair Bolsonaro comparece a ato pelo Dia do Trabalhador em Brasília; assista
Em São Paulo, onde também houve manifestação, foi exibido um vídeo aos apoiadores gravado por Bolsonaro

'Marcha pela Liberdade' mobiliza apoiadores de Bolsonaro em Belém
Entre 9h e 12h30, o grupo esteve nas ruas da capital prestando apoio ao presidente e se posicionando contra "perseguições"

Dia do Trabalhador: Atos de grupos de direita e esquerda movimentam Belém na manhã deste domingo
“Emprego, direitos, democracia e vida” são as bandeiras do movimento de esquerda. Grupos de Direita vão às ruas com a pauta “liberdade, poder soberano ao povo e contra os atos do Supremo Tribunal Federal”

Apesar dos ataques incluírem pedidos de fechamento do Supremo, o general afirmou que a “maioria” não concorda com as afirmativas. “Eu acho que isso aí é liberdade de expressão, né? Tem gente que quer isso, mas a imensa maioria do povo não quer. Não é? Normal”, disse Mourão sobre os pedidos de fechamento da Suprema Corte e instauração de regime militar no Brasil.

Ao ser questionado sobre a avaliação dos atos, Mourão disse que “foram normais e sem maiores complicações”. “Um pouco mais de gente do lado dos apoiadores do governo. Só isso”, pontuou.

(Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA