Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ex-assessor que denunciou Gabriel Monteiro morre de acidente de carro: 'vão falar que o matei'

O veículo de Vinícius Hayden Witeze capotou na RJ-130, que liga a cidade de Teresópolis a Nova Friburgo, e ele morreu na hora

O Liberal

Na noite deste sábado (28), o carro de Vinícius Hayden Witeze capotou na RJ-130, que liga a cidade de Teresópolis a Nova Friburgo, na região serrada do Rio de Janeiro, e ele morreu na hora. Ex-assessor do vereador Gabriel Monteiro, Vinícius denunciou o parlamentar pela prática de assédio moral e sexual. Em seu depoimento, afirmou que Gabriel não ligava para a política e tinha como foco principal produzir vídeos para ganhar dinheiro na internet. O ex-assessor também contou que o vereador sabia que a menina que aparece em um vídeo fazendo sexo com o vereador era menor de idade. As informações são do G1 Rio de Janeiro.

VEJA MAIS

Vereador Gabriel Monteiro vira réu por filmar sexo com adolescente de 15 anos
A vítima conheceu Gabriel numa academia do condomínio onde o vereador mora

Novo vídeo em que Gabriel Monteiro aparece acariciando uma menor deve ser analisado
Acusação deve ser discutida no Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores

O registro feito na 110ª DP (Teresópolis) aponta que no interior do carro de Hayden foram encontradas cópias do termo de declaração de dele em ocorrência envolvendo o vereador do Gabriel Monteiro. Foi feita uma perícia no local do acidente. Uma mulher também estava no veículo e foi levada para o Hospital das Clínicas de Teresópolis.

Ouvida pela Polícia Civil, ela descartou qualquer tipo de intervenção de terceiros no acidente.


Vinícius Hayden Witeze morreu em acidente de carro (Foto: reprodução /TV Globo)

De acordo com a mulher, Vinicius estaria em alta velocidade, superior às condições da rodovia, e perdeu a direção na curva ao frear, o que causou o capotamento do veículo. Ela foi ouvida informalmente e vai receber alta ainda nessa manhã. Em seguida, vai formalizar as informações, ainda hoje, na 110ª dp - Teresópolis.

Ao prestar depoimento contra o vereador no Conselho de Ética da Câmara do Rio, na última quarta-feira (25), Hayden usava um colete à prova de balas e disse que estava andando com escolta e sofrendo ameaças, tinha perdido o direito de ir e vir e não conseguia mais nem visitar a filha.

Gabriel responde por denúncias envolvendo estupro, assédio sexual e vídeos forjados para a internet.

Pelas redes sociais, o vereador comentou sobre a morte e disse que "jamais torceria por esse fim". Afirmou ainda que o acusariam dessa morte. "Após tentarem me forjar em estupros, pedofilias, assédios, e mil outros crimes. Vão falar que eu o matei. De coração, que ele esteja com Deus. Imagino a dor dos seus pais, pessoas maravilhosas".

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA