Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Empresa com cinco décadas de atuação no Pará receberá homenagens do Legislativo

Câmara Municipal de Belém e Alepa vão fazer sessões solenes nesta semana

O Liberal

Com cinco décadas de atuação, a Marmobraz, empresa que trabalha com a venda de móveis e produtos de acabamento e revestimento de obras, será homenageada pelo Poder Legislativo paraense nesta semana. Na Câmara Municipal de Belém (CMB), a sessão será nesta segunda-feira (27), às 15h, enquanto na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) os deputados estaduais prestam a homenagem em uma sessão na quinta-feira (30), às 14h.

O deputado estadual Thiago Araújo foi quem propôs a solenidade na Alepa. Ele elogia a Marmobraz por ser uma empresa antiga e consolidada no mercado e no comércio paraense. “Valorizar as empresas que têm expandido sua atuação aqui no Estado é sempre motivo de comemoração no Parlamento. É apenas um gesto de reconhecimento, mas, como a gente acaba não atendendo a todos, quando faz isso com uma empresa de renome acaba valorizando todo o comércio”, destaca.

'A marca de Belém'

Vereador de Belém e proponente da homenagem na Casa Legislativa municipal, Fabrício Gama ressalta a importância da empresa para a sociedade e para a economia do Pará. “Faço parte e sou ligado às Associações Comerciais e Sindicatos do Comércio e estamos sempre antenados nessas empresas que têm a marca de Belém cravada em suas instituições. A Marmobraz vem, há cinco décadas, sobrevivendo a todas as crises econômicas que o país teve, empregando e atendendo a pessoas de Belém, e garantindo que a marca esteja ligada às coisas da nossa terra e do município”, afirma.

Para ele, é mais que merecido que a empresa seja homenageada no Legislativo. O intuito de sugerir a sessão, segundo o parlamentar, é que outras sigam o exemplo da Marmobraz e a mesma linha de atuação, gerando emprego e renda para as famílias de Belém. “É para demonstrar que é possível, mesmo com todas as crises, com a seriedade e o compromisso, manter o patrimônio de pé. Para mim é uma honra homenagear essa categoria de empresários e acredito que para eles também seja”.

Empreendimento de sucesso

Empresário e diretor comercial da Marmobraz, Isan Anijar explica que a empresa trabalha com mármores e granitos, mármores artificiais, louças e metais, revestimentos, porcelanatos, cerâmicas, pastilhas e móveis internos e externos. A história do negócio começou em 1972, com seu pai, Salomão. No mesmo ano, os dois irmãos, Isan e Iran Anijar – hoje diretor financeiro e industrial da empresa –, começaram a trabalhar em família e chegaram a montar outro negócio em 1980, para extração de granito em áreas do Sul do Pará.

“Nosso pai fazia o polimento e o corte. E nós começamos a fazer a extração dos blocos, as ferragens do bloco e também o polimento e o acabamento, com jazidas próprias, granitos nossos. Depois crescemos para o segmento de revestimento, trazendo pastilhas e porcelanatos importados – a nossa grande obra com porcelanato no Pará foi a Estação das Docas. O produto era inovador e foi um marco na empresa”, lembra.

Irmãos deram continuidade

Após o falecimento do pai, em 1983, os irmãos continuaram empreendendo e assumiram a Marmobraz: Isan, Iran e Ivan. Abriram uma empresa para vender ao Brasil todo as pastilhas de vidro, porcelanatos, mármores e granitos, montada em Belém e, posteriormente, em São Paulo, Manaus e Brasília. Foi criada também, perto de 2010, uma loja especializada em móveis para as classes A e B, e os irmãos ainda avançaram com uma marca de móveis para a área externa.

“Esse é um breve histórico da nossa empresa. O nosso lema é: honestidade, dedicação e humildade. A homenagem é muito importante para nós. Nos sentimos honrados de receber essa sessão solene tanto pela Câmara Municipal, por solicitação do vereador Fabrício Gama, como pela Assembleia Legislativa do Estado, em solicitação do deputado Thiago Araújo. Para nós, da Marmobraz, é uma honra muito grande estarmos sendo homenageados neste momento tão importante, um marco para nossa empresa”, comenta.

Já o diretor financeiro e industrial, Iran Anijar, ressalta que o negócio sempre esteve presente, participando de grandes eventos do Estado, e por isso é tão positivo o reconhecimento. "A empresa soube olhar para frente, em 1990 compramos equipamentos italianos, ampliamos nossas jazidas, e isso contribuiu com a economia, movimentando várias frentes. Nos últimos anos, avançamos muito, tivemos mão de obra especializada, trouxemos pessoas de Portugal. Fomos pioneiros na Amazônia e no Pará e, mesmo com dificuldades de frete e logística, fizemos investimentos em máquinas e treinamentos da equipe, com obras importantes no Brasil todo", declara. O objetivo do negócio, segundo Iran, é adentrar em mais setores, contribuindo com a economia e gerando trabalho para a população.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA