Doria afirma que pode aplicar Coronavac sem aval da Anvisa

Governador de São Paulo garante que precisa apenas de aprovação de agências internacionais

Redação Integrada com informações do Metrópoles

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que planeja administrar a vacina Coronavac na população mesmo sem a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O imunizante contra a aovid-19 é desenvolvido pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

“Os critérios que a Anvisa tem são os mesmos de outras agências de vigilância sanitária que também estão avaliando a vacina Coronavac nos Estados Unidos, na Europa, sobretudo na Ásia. Se essas agências validarem a vacina, ela estará validada independentemente da própria Anvisa”, disse Doria à jornalista Rachel Sheherazade em entrevista ao Metrópoles.

O governador destaca que testes com 50 mil voluntários chineses demonstraram eficácia da vacina de 95,7%. A previsão é de que os resultados sejam divulgados na primeira semana de dezembro.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA