Cássio Andrade vai disputar a prefeitura de Belém pelo PSB

Nome do deputado federal foi homologado durante a convenção da sigla realizada nesta quarta (16)

Redação Integrada

O deputado federal Cássio Andrade vai disputar pela primeira vez a Prefeitura de Belém nas eleições deste ano. O nome dele foi homologado durante a convenção do Partido Socialista Brasileiro (PSB), nesta quarta-feira (16). A convenção municipal ocorreu em uma casa de eventos, na capital paraense, reunindo lideranças políticas, entre eles, o deputado federal Celso Sabino (PSDB); o presidente municipal do PSB, Zé Francisco; e o presidente municipal do Avante, Fabico.

A coligação da candidatura de Cássio Andrade tem quatro partidos: PSB, Pros, Avante e Solidariedade. O vice na chapa será o professor e pastor Max Lima, do Pros.

Natural de Salvador (BA), Cássio Andrade tem 37 anos e está no quinto mandato político. É advogado, empresário e já foi vereador de Belém, deputado estadual no Pará e é presidente do diretório estadual do PSB.

“Conseguimos juntar forças políticas, forças do meio da nossa sociedade belenense, com esse projeto de transformar Belém em uma cidade moderna. Nosso grande desafio vai ser alavancar a economia do município. Belém é uma cidade que passa por problemas econômicos, temos o segundo pior orçamento per capita do Brasil, perdendo apenas para a capital do Amapá”, afirmou Cássio Andrade.

Entre as propostas, o candidato destacou melhorias no Fundo Ver-o-Sol, projeto de arborização da cidade, climatização das salas de aula municipais, e o debate da questão do lixo urbano e das mais de 200 praças públicas da capital.

“O problema do nosso aterro sanitário vai explodir no início do ano que vem, quando vai vencer o acordo na justiça. Precisamos pensar em uma alternativa, que pode ser uma usina para incinerar o lixo. Precisamos criar um plano de arborização, porque apesar de termos 120 mil arvores em Belém, elas estão muito concentradas no Bosque, no Museu Goeldi e no Utinga, mas nas periferias não tem. Temos uma meta de 100% de salas de aula com ar condicionado, hoje temos 40%, o que já é um avanço. Mas tudo passa pela capacidade do município de ter investimento. Belém hoje tem apenas 1% do seu orçamento para investir, pra fazer obras”, informou.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!