Bolsonaro teve febre na 4ª e exame indicou pneumonia, diz boletim médico

Porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros disse que a febre de Bolsonaro foi de 38 graus

Reuters

O presidente Jair Bolsonaro teve um episódio isolado de febre na noite de quarta-feira e um exame de imagem realizado em seu tórax mostrou resultado compatível com pneumonia, informou o hospital Albert Einstein em boletim médico nesta quinta-feira.

"O excelentíssimo presidente da República, Jair Bolsonaro, permanece internado na Unidade Semi-Intensiva do Hospital Israelita Albert Einstein. Apresentou, ontem à noite, episódio isolado de febre sem outros sintomas associados, foi submetido à tomografia de tórax e abdome que evidenciou boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia", afirma o boletim.

Leia também

"Estado tem maiores prioridades", diz Bolsonaro sobre patrocínios culturais da Petrobras

Em entrevista à imprensa no hospital, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse que a febre de Bolsonaro foi de 38 graus e que os médicos alteraram os antibióticos que o presidente recebe e esperam debelar a pneumonia, que os exames indicaram ser de origem bacteriana.

No dia 28 de janeiro, Bolsonaro se submeteu a uma cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia e para reconstrução de seu trânsito intestinal. Foi a terceira cirurgia a que ele se submeteu depois de sofrer uma facada em setembro do ano passado durante evento de campanha.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!