Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Um homem é morto e outro é ferido com facadas em festa em Augusto Côrrea

Agressor teria uma rixa com o homem que foi morto

O Liberal

A madrugada de domingo em Augusto Corrêa, litoral nordeste do Estado, foi marcada por um caso de violência que terminou com uma morte e uma pessoa ferida e que precisou ser hospitalizada. Emerson Amorim foi atingido por golpes de faca e morreu no local, enquanto Alan Amorim foi ferido e socorrido para receber atendimento em Bragança.

O caso foi por volta de 1h, em uma festa que ocorria na entrada da vila Ilha das Pedras, comunidade rural perto do Rio Urumajó. Um dos homens envolvidos no confronto, identificado apenas como Josimar, teria uma rixa antiga com Emerson. Durante a festa, que começou no sábado, 31, os dois se encontraram e as antigas rivalidades emergiram. Depois da meia-noite, a briga irrompeu, e Josimar atacou Emerson com a faca.

De acordo com a Polícia Civil de Augusto Corrêa, Alan é parente de Emerson, e interferiu na briga para ajudar o familiar, mas acabou sendo ferido também. Ele foi levado para o Hospital Santo Antônio Maria Zaccaria, em Bragança, e não correr risco de perder a vida, segundo a polícia. Infelizmente, os ferimentos de Emerson foram mais graves e ele morreu ainda na festa, enquanto o agressor fugiu de motocicleta. O corpo dele foi removido por uma equipe do Núcleo Avançado do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Bragança.

A 15ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) foi até a cena do crime logo após o esfaqueamento, e colheu as informações iniciais para elucidar o crime. A guarnição foi até a casa do suspeito, mas ele não foi encontrado na residência, e apenas a moto que ele usou para fugir após matar um e ferir outro foi encontrada. As buscas pelo assassino continuam e, até a manhã desta segunda, ele não havia sido localizado.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA