Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

TJPA retoma julgamento de empresário acusado de tentar matar delegado, em Belém

Arthur Wanzeller Pereira Kahwage, de 35 anos, espancou por cerca de cinco minutos o delegado Társio Murilo Bessa Martins durante uma festa

Redação Integrada

O Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA) retomou, nesta quarta-feira (5), em Belém, o julgamento do empresário Arthur Wanzeller Pereira Kahwage, de 35 anos. Ele é acusado de tentativa de homicídio contra o delegado Társio Murilo Bessa Martins durante uma festa, no estacionamento de um shopping, em fevereiro de 2019.

Narra o boletim de ocorrência que na época do crime, a vítima foi espancada por cerca de cinco minutos. A denúncia foi registrada pela mulher que ajudou a socorrer o delegado. Segundo ela, Arthur Kahwage batia com socos no rosto do delegado, que estava inconsciente no chão.

Ainda de acordo com a denúncia, a vítima estava andando em sentido ao estacionamento quando passou pelo camarote e foi surpreendida com um soco pelas costas. "Depois disso, ele só lembra que já estava no hospital", disse.

Nesta quarta-feira (5), o júri começou com o depoimento da testemunha Mário Rubem Martins Neto, que estava no local e assistiu às agressões sofridas pela vítima. No total, seis testemunhas, incluindo a vítima, foram intimadas a depor. Compareceram no local apenas três pessoas. A sessão do júri começou sem a presença da vítima, que está de licença saúde e não foi localizada em seu endereço.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA