Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Suspeito de tentativa de homicídio é preso em Cachoeira do Arari, no Marajó

Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram realizados os procedimentos cabíveis ao flagrante

O Liberal

Um homem, identificado como Elivelton Vieira Gama, de 23 anos, foi preso pelo crime de tentativa de homicídio, no município de Cachoeira do Arari, no Arquipélago do Marajó, nordeste do Pará. O caso foi registrado na noite do último sábado (23). As informações são do site Debate Carajás.

VEJA MAIS

Homens invadem hospital e matam paciente a tiros; veja
A vítima tinha acabado de receber alta quando foi assassinada pelos criminosos

Polícia prende homem que matou caseiro a golpes de faca, no Pará
O crime ocorreu durante uma discussão. Autor do homicídio ainda tentou fugir

Mãe, tia e avós são presos suspeitos de matar criança queimada em ritual de ‘espírito maligno’
A menina de cinco anos teria sido queimada viva durante ritual. Os envolvidos no crime vão responder por homicídio doloso

Policiais militares do 8°Batalhão de Polícia Militar (8° BPM) realizavam rondas na Praça da Independência, quando receberam uma denúncia de que Izael da Costa Leal, de 48 anos, teria sido esfaqueado nas costas e na mão. De imediato, a guarnição se dirigiu até o local para averiguar a ocorrência.

Ao chegarem no local, foram informados de que a vítima teria sido socorrida para o hospital. Na unidade hospitalar, os PMs constataram a veracidade da informação. Enquanto recebia atendimento médico, Izael confirmou que o crime teria sido cometido por Elivelton. Porém, o motivo não foi revelado.

Os militares iniciaram buscas pela cidade e conseguiram localizar o susp​​eito. Ele recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, onde foram realizados os procedimentos cabíveis ao flagrante.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA