Segundo PRF, mesmo com pandemia, acidentes aumentaram em julho nas estradas do Pará

Foram 384 ocorrências e acidentes registrados em 2020, contra 292 em 2019.

Redação Integrada

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante o mês de julho de 2020, a instituição aumentou o número de agentes e viaturas que circulam pelas rodovias federais do Pará em locais estratégicos, como, por exemplo, próximo a praias, igarapés e demais rotas turísticas normalmente frequentadas pelas famílias paraenses nesse período de férias. Entretanto, devido à pandemia do coronavírus, que reduziu drasticamente o número de veículos circulando nas ruas, alguns condutores criaram uma falsa sensação de segurança e impunidade durante a condução veicular o que acarretou um aumento significativo de infrações com grande potencial de gerar vítimas com lesões graves ou até mesmo mortes nas estradas. 

Ao todo, foram 384 ocorrências e acidentes registrados em 2020, contra 292 em 2019. Destas, as mais comuns foram colisão transversal (2019: 56; 2020: 92); colisão lateral (2019: 56; 2020: 76); colisão traseira (2019: 44 ; 2020: 48); colisão frontal (2019: 24; 2020: 40); tombamento (12 em 2019 e 32 em 2020); atropelamento de pedestre (12 em 2019 e 24 em 2020); colisão com objeto estático (16 registros nos dois anos); e atropelamento de animal (12 em 2019 e 8 em 2020). 

"Dentre outras atitudes podemos destacar muitos condutores flagrados dirigindo sob influência de álcool, conduzindo motocicletas sem capacete, não utilizando cinto de segurança, crianças sendo transportadas sem cadeirinha e ultrapassagens realizadas em locais proibidos ou inseguros. Vale ressaltar que todas essas condutas são atitudes humanas que se fossem evitadas salvariam dezenas de vidas diariamente em todo território nacional", disse a PRF em comunicado. 

A Polícia Rodoviária Federal também destacou que atua com o objetivo de salvar vidas, mas é necessário que cada cidadão faça a sua parte, tomando atitude positivas em relação ao trânsito. "Dirigindo de forma defensiva, utilizando cinto de segurança, utilizando o dispositivo de retenção apropriado para o transporte de seus filhos e evitando de forma contundente a mistura álcool e direção, dentre outras atitudes que sabidamente elevam o nível de segurança viária para que dessa forma possamos proteger a nossa vida e a dos demais usuários das rodovias", disse a PRF, que atende pelo número de emergência 191.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA